«« Voltar
Slam no IFRS - Tinga teu povo declama
Protocolo do SIGProj:   345974.1931.339986.13032020
De:01/05/2020  à  30/11/2020
 
Coordenador-Extensionista
  Nathália Luísa Giraud Gasparini
Instituição
  IFRS - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul
Unidade Geral
  Restinga - Câmpus Restinga - Extensão
Unidade de Origem
  EXT - Extensão
Resumo da Ação de Extensão
  Slam é um movimento urbano, poético e cultural, criado nos anos 1980 em Chicago e trazido para o Brasil em 2007. Ele se carateriza por rodas ou batalhas de poesias autorais, com suas regras internacionais, que fomentam a realização de eventos literários nas cidades e campeonatos nacionais e internacionais. Em Porto Alegre, ocorre desde 2017, e possui mais de 20 coletivos atuantes, tanto nas zonas centrais como periféricas. O objetivo deste projeto de extensão é fomentar a criação de um grupo de slam na Quinta Unidade da Restinga, integrando estudantes do IFRS, da EMEF Nossa Senhora do Carmo, dos projetos socias da localidade e demais público interessado. O foco é propocionar espaços de troca de saberes entre jovens das escolas e ainda, com a comunidade externa ao contexto escolar, em diálogo com os grupos de slam. As ações buscam proporcionar vivências e trocas de experiências com indivíduos e grupos envolvidos com o slam na cidade, a fim de desenvolver: estratégias de escrita criativa; conhecimento de características da poesia falada; repertório literário; desempenho de performance corporal; protagonismo na organização e produção de saraus, grupos de poetas e de batalhas de poesia na comunidade; troca de saberes sobre as experiências dos participantes sobre a vida na comunidade e temáticas de poesia slammer; meios de participação das instituições no I Slam Interescolar do Rio Grande do Sul.
Palavras-chave
   Slam, poesia falada, leitura e escrita, performance
Público-Alvo
  O público-alvo são membros da comunidade da Restinga interessados nesse tipo de performance, escrita e leitura, incluindo estudantes do IFRS de todos os níveis e modalidades, bem como estudantes e ex-estudantes da EMEF Nossa Senhora do Carmo, situada na mesma região do Instituto Federal, bem como estudantes de projetos sociais como a ACM Vila Olímpica e o Centro de Juventude da Restinga. A coordenadora da ação orientava um grupo na escola municipal, e são diversos alunos e ex-alunos que carecem de um espaço de estudo, ensaio e orrientação de escrita e performance, bem como estudantes oriundos do Centro de Juventude da Restinga, onde havia um grupo de slam que hoje encontra-se sem educador responsável. Além disso, busca-se abranger qualquer membro da comunidade interessado na temática, como os frequentadores do Slam da Tinga, que ocorre mensalmente no CECORES (Centro de Comunidade Vila Restinga).
Situação
  Atividade
Contato
   nathalia.gasparini@restinga.ifrs.edu.br (51) 3247-8400 (51)992838989
«« Voltar