«« Voltar
Análise da variabilidade genética em populações de milho crioulo visando aplicações no melhoramento da espécie
Protocolo do SIGProj:   327140.1610.161767.13032019
De:01/05/2019  à  29/02/2020
 
Coordenador-Extensionista
  Noryam Bervian Bispo
Instituição
  IFRS - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul
Unidade Geral
  Sertão - Câmpus Sertão - Pesquisa
Unidade de Origem
  P&I - Pesquisa e Inovação
Resumo da Ação de Extensão
  Variedades crioulas de milho são uma fonte importantíssima de genes pouco explorada pelos programas de melhoramento. Este tipo de variedade apresenta características importantes como ampla rusticidade e tolerância a estresses bióticos e abióticos. Essas características são conferidas pela ampla variabilidade genética apresentada por estes materiais. Sendo assim, o objetivo deste trabalho é analisar a variabilidade genética de populações de milho crioulo cultivadas na região Norte do Rio Grande do Sul e no Estado de Santa Catarina, através de marcadores moleculares. O estudo será desenvolvido no laboratório de bioquímica e biologia molecular do IFRS – Campus Sertão. O marcador utilizado será do tipo microssatélite. Serão avaliadas em torno de 30 variedades cultivadas nessas regiões, e serão testados em torno de 50 primers de microssatélite, selecionados no banco de dados on line de milho. Após as análises em PCR, será estimada a similaridade genética dos materiais utilizando o coeficiente de Nei & Li (1979). Pretende-se ao final do estudo, diagnosticar o nível de variabilidade genética dos materiais coletados, e observar a necessidade ou urgência da conservação destas importantes variedades.
Palavras-chave
   Zea mays, marcadores moleculares, landraces, recursos genéticos
Público-Alvo
  
Situação
  Atividade UNIDADE GERAL
Contato
  
«« Voltar