«« Voltar
AGROSAÚDE: Agroecologia e Saúde Coletiva na Clínica da Família da Restinga
Protocolo do SIGProj:   325889.1811.166339.28022019
De:01/05/2019  à  29/12/2019
 
Coordenador-Extensionista
  Maurício Polidoro
Instituição
  IFRS - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul
Unidade Geral
  Restinga - Câmpus Restinga - Extensão
Unidade de Origem
  EXT - Extensão
Resumo da Ação de Extensão
  A violência, enquanto fenômeno complexo, estrutura sociedades pós- escravocratas de maneira substantiva, e está presente nas relações familiares, extrafamiliares e na construção dos sujeitos e das subjetividades. A sociedade patriarcal, forjada no capitalismo racial (Bonds 2015; 2018) promove estratégias de exclusão de grupos sociais que não se enquadram no modelo branco e heteronormativo, sendo o Estado um importante agente na definição de quem deve viver ou deve morrer (Bento, 2018; Mbembe, 2018). Assim, parcela significativa das populações menos favorecidas, submetidas a violência institucional e extralegal, tendem a desenvolver processos de saúde-doença marcados por problemas de saúde mental. No Sistema Único de Saúde do Brasil (SUS) diversas terapias e ações são desenvolvidas por unidades de saúde e, no caso da capital gaúcha, pelas Clínicas da Família, importantes equipamentos públicos de promoção da saúde. Assim, debater questões do dia-a-dia como a alimentação e o processo de cultivar, cuidar e colher da terra agricultável na perspectiva da Agroecologia e da Saúde Coletiva em espaços como a Clínica da Família se constituem de potentes instrumentos de ensino-aprendizagem dos estudantes de nível médio bem como na consolidação da tríade ensino, pesquisa e extensão do Instituto Federal. Este projeto pretende desenvolver ações integradas nas áreas de saúde coletiva, desporto e lazer e agroecologia (eixos do Campus Restinga) junto aos usuários da Clínica da Família.Espera-se contribuir com a formação crítica dos estudantes, engajamento social e institucional e aproximação da instituição com a comunidade.
Palavras-chave
   desenvolvimento regional, saúde mental, agroecologia, saúde coletiva
Público-Alvo
  Comunidade Restinga, usuários da abrangência territorial da Clínica da Família
Situação
  Atividade
Contato
   Através da Clínica da Família.
«« Voltar