«« Voltar
A inovação social transformando vazios institucionais nas comunidades quilombolas de Sertão - RS
Protocolo do SIGProj:   325366.1840.157159.03032019
De:01/05/2019  à  29/12/2019
 
Coordenador-Extensionista
  Manuela Rösing Agostini
Instituição
  IFRS - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul
Unidade Geral
  Sertão - Câmpus Sertão - Extensão
Unidade de Origem
  EXT - Extensão
Resumo da Ação de Extensão
  Em um cenário internacional caracterizado por desigualdades sociais, aumento das taxas de pobreza e dissimetria dos mercados, um número cada vez maior de pesquisadores tem investigado diferentes teorias que procuram conciliar as práticas de gestão e a busca por soluções inovadoras para a transformação social. Alinhada a esta perspectiva, este projeto visa, por meio da indissociabilidade entre pesquisa e extensão, promover uma análise sobre inovação social nas comunidades quilombolas de Sertão (Arvinha e Mormaça), procurando desenvolver mecanismos de autonomia e empoderamento socioeconômico. Assim, a inovação social é compreendida como o desenvolvimento de novas soluções que geram um impacto na resolução de problemas sociais, envolvendo atores e partes interessadas na promoção de uma mudança nas relações sociais, transformando as realidades locais. Os vazios institucionais ocorrem quando os arranjos institucionais não permitem o pleno funcionamento do mercado acarretando inúmeras desigualdades sociais, seja pela ausência, fraqueza ou não cumprimento do papel que se espera das instituições que formam o tecido social. Dentre os resultados que pretendemos, está a identificação da inovação social como uma área promissora de pesquisa e como uma ferramenta capaz de trazer desenvolvimento para as comunidades pesquisadas.
Palavras-chave
   Inovação Social, Vazios Institucionais, Desenvolvimento social, Comunidades quilombolas
Público-Alvo
  
Situação
  Atividade EM ANDAMENTO
Contato
  
«« Voltar