«« Voltar
PERSPECTIVA INTERNACIONAL DA SUCESSÃO FAMILIAR RURAL
Protocolo do SIGProj:   324927.1610.124497.27022019
De:01/05/2019  à  29/02/2020
 
Coordenador-Extensionista
  Raquel Breitenbach
Instituição
  IFRS - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul
Unidade Geral
  Sertão - Câmpus Sertão - Pesquisa
Unidade de Origem
  P&I - Pesquisa e Inovação
Resumo da Ação de Extensão
  Comumente os jovens são considerados marginalizados, vulneráveis e incapazes em um mundo de adultos. Isto se agrava com a diversidade social pela qual é composta a juventude, à exemplo da distinção entre jovens rurais e jovens urbanos. O jovem rural, comparativamente ao jovem urbano, enfrenta mais dificuldades e menos oportunidades no espaço rural, projetando como alternativa a migração para o meio urbano, buscando melhores condições de vida, estudo e trabalho. Como resultado, temos envelhecimento e masculinização da população rural e dificuldades de sucessão familiar no campo. O cenário brasileiro tem sido explorado em pesquisas acadêmicas, as quais mostram um panorama pessimista, prevendo aumento de migração rural-urbana e limitações cada vez maiores para a permanência dos jovens no campo como sucessores nas propriedades. E no restante do mundo existem preocupações semelhantes às brasileiras no que se refere a sucessão rural? O presente projeto se propõe investigar a situação atual da sucessão familiar rural numa perspectiva internacional. Como objetivos específicos, buscará identificar padrões da problemática de sucessão rural no mundo; identificar países e situações em que a sucessão rural no campo não encontra dificuldades, levantando quais ações ou cenários são responsáveis pelo sucesso; e identificar se o padrão de diferenciação de gênero é exclusivo do Brasil ou se observa em outros locais do mundo. Metodologicamente, será um ensaio teórico e não utilizará pesquisa empírica como base de dados, alicerçando-se na revisão bibliográfica. Desta pesquisa espera-se avançar cientificamente nessa área de conhecimento, contribuindo para a comunidade científica da área.
Palavras-chave
   Migração rural-urbana, juventude rural, gênero no campo, agricultura familiar.
Público-Alvo
  
Situação
  Atividade UNIDADE GERAL
Contato
  
«« Voltar