«« Voltar
Manejo de Meloidogyne javanica na cultura da soja, no Norte do Estado do Rio Grade do Sul
Protocolo do SIGProj:   324567.1610.275425.10032019
De:01/05/2019  à  29/02/2020
 
Coordenador-Extensionista
  Márcia Aparecida Smaniotto
Instituição
  IFRS - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul
Unidade Geral
  Sertão - Câmpus Sertão - Pesquisa
Unidade de Origem
  P&I - Pesquisa e Inovação
Resumo da Ação de Extensão
  Os nematoides são patógenos que se destacam por causarem danos nas culturas de importância agrícola. Dentre as principais espécies presentes nas lavouras de soja no Brasil destacam-se os causadores de galhas, pertencentes ao gênero Meloidogyne. Esses nematoides, com destaque para M. javanica, se não manejados adequadamente, podem ocasionar danos expressivos a essa cultura. O objetivo do trabalho será avaliar diferentes táticas de manejo para controle de M. javanica. Os testes serão desenvolvidos na cultura da soja, que será semeada em vasos dispostos em casa de vegetação. Os ovos de M. javanica obtidos de criação massal em tomateiro (Santa Cruz Kada - Paulista) serão inoculados no solo previamente autoclavado. O manejo a ser avaliado será químico, biológico e genético. O delinemaneto será inteiramente casualizado, sendo composto por 06 tratamentos e 12 repetições cada. O controle químico será composto pelo grupo químico Fluquinconazol (Atento®). No controle biológico serão utilizados Bacillus subtilis e B. licheniformis (Nemix C®). No controle genético será utilizada a cultivar M5947 (Monsoy®) comparada com uma cultivar suscetível. Para a análise estatística será utilizado o programa estatístico R. Os resultados serão divulgados por meio impresso, publicações e transmitidos para os sojicultores do Norte do Estado do Rio Grande do Sul.
Palavras-chave
   controle biológico, resistência genética, nematicida, nematoide das galhas
Público-Alvo
  
Situação
  Atividade UNIDADE GERAL
Contato
  
«« Voltar