«« Voltar
Promoção de saúde materno-infantil: uma proposta interdisciplinar de extensão e formação em recursos humanos
Protocolo do SIGProj:   304643.1680.129847.14052018
De:05/07/2018  à  05/07/2019
 
Coordenador-Extensionista
  Ana Cristina Barros da Cunha
Instituição
  UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro
Unidade Geral
  CFCH - Centro de Filosofia e Ciências Humanas
Unidade de Origem
  IP - Instituto de Psicologia
Resumo da Ação de Extensão
  Considerando fatores de risco ao desenvolvimento e saúde como condições de vulnerabilidade física e psicossocial, este projeto interdisciplinar de extensão propõe ações de atenção em saúde, com especial impacto na formação de recursos humanos e produção de conhecimentos para transformação social no campo da saúde. Adotam-se medidas de avaliação e intervenção para prevenção e promoção do desenvolvimento humano, sob enfoques clínico (avaliação e intervenção psicológicas) e psicoeducacional (grupos de educação para saúde para capacitação de recursos humanos como mediadores do desenvolvimento e promotores de saúde mental). Todas as ações são conduzidas por docentes, discentes e técnicos da UFRJ com usuários da Maternidade-Escola da UFRJ (ME-UFRJ), maternidade pública que atende 30 mil pacientes/ano (crianças e seus responsáveis; gestantes, adolescentes e adultas, seus parceiros e familiares), em nível ambulatorial e de internação. As ações do projeto foram ampliadas desde agosto/2017 para a URS Frida Kahlo no atendimento a adolescentes grávidas e puérperas em situação de vulnerabilidade psicossocial. Nesta instituição, serão incluídos nas ações além das 11 adolescentes usuárias do abrigo, a equipe de técnicos educacionais e pessoal de apoio. Em ambos os locais, o objetivo geral da proposta de extensão é promover resiliência e autonomia dos envolvidos e gerar conhecimentos científicos capazes de operacionalizar a relação entre teoria e prática no campo da Saúde materno-infantil e a relação universidade-sociedade. Promove-se uma prática de atenção materno-infantil humanizadora voltada para qualidade de vida e desenvolvimento humanos em acordo com os interesses, necessidades e a realidade subjetiva e sócio-cultural da comunidade e população atendidas.
Palavras-chave
   vulnerabilidade, desenvolvimento, avaliação, intervenção, saude materno-infantil
Público-Alvo
  O público-alvo do projeto, ou seja, a comunidade potencial envolvidos nas ações de extensão será além dos discentes, docentes e técnicos da ME/UFRJ, a população que a Maternidade-Escola da UFRJ (ME-UFRJ) atende como unidade hospitalar ligada ao SUS e à Rede municipal de Saúde do Rio de Janeiro. Tal população está localizada na Área Programática (AP) 2.1 do Município do Rio de Janeiro, onde reside um total de 640 mil habitantes com 47,5% de usuários do SUS. Assim, anualmente, a ME-UFRJ como unidade de referência para o alto risco neonatal atende mais de 30 mil pacientes e realiza cerca de 2.400 partos. Logo, as ações de extensão serão desenvolvidas pelos discentes e docentes das unidades da UFRJ envolvidas no projeto (Instituto de Psicologia, Instituto de Nutrição, Escola de Medicina) junto aos usuários da ME-UFRJ, especificamente gestantes e seus companheiros e familiares, além de bebes nascidos na ME/UFRJ e seus cuidadores, que constituem diferentes grupos sociais atendidos diretamente pela rede municipal de saúde do Rio de Janeiro, na qual a ME/UFRJ está inserida. A partir de 2018 com a inserção das ações do projeto na URS Frida Kahlo deverá ser atingido um publico-alvo de cerca de 28 pessoas, dentre técnicos educacionais, pessoal de apoio e de serviços gerais e as adolescentes usuárias do abrigo.
Situação
  Atividade EM ANDAMENTO
Contato
   O projeto como parte das atividades do LEPIDS, Laboratório de Estudos, Pesquisa e Intervenção em Desenvolvimento e Saúde da ME-UFRJ conta com divulgação de suas ações através do site institucional deste dispositivo, a saber: www.lepids.org
«« Voltar