«« Voltar
Projeto em Africanidade na Dança Educação - PADE/UFRJ
Protocolo do SIGProj:   302606.1680.129421.14052018
De:05/07/2018  à  05/07/2019
 
Coordenador-Extensionista
  Alexandre Carvalho dos Santos
Instituição
  UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro
Unidade Geral
  CCS - Centro de Ciências da Saúde
Unidade de Origem
  EEFD - Escola de Educação Física e Desportos
Resumo da Ação de Extensão
  Em 2010, movidos por inquietações produzidas a partir da Lei 5506/09, que declara o Candomblé como patrimônio imaterial do Estado do Rio de Janeiro, iniciamos um grupo de estudos, e buscamos um diálogo com lideranças de Comunidades de Terreiros visando a aproximação para pesquisa de campo. Dentre esses, o Axé Ile Ayè Ojú Odé Igbó, Realengo-RJ, nos abriu as portas permitindo o acesso de docentes, discentes e técnicos administrativos ao universo cultural do Candomblé. Essa aproximação visava afirmar a importância das Comunidades de Terreiro como patrimônio imaterial da cultura afro-brasileira. Assim, tivemos oportunidade de verdadeira troca de saberes quando o Terreiro foi convidado a participar do III, IV e V Encontro com Mestres da UFRJ. Desde então, outras cinco Comunidades de Terreiro estabeleceram novas parcerias e ampliaram assim nossas ações, são esses: Ilê Asè Odé Omo Oju Omin, Campo Grande-RJ, Ilê Axé Ojú Omi Opará Ode, D. Caxias –RJ, Ilê Asé Otá Omim Odara, Cachoeiras de Macacu - RJ, Ilè Asé Ogum Anaeji Egbelé Ni Onan – D. Caxias - RJ. Ilê Axé Jagun Loyá Bangu. A partir dessa aproximação, houve uma troca mais significativa com as Comunidades de Terreiro, produzindo mudanças e aprendizagem relevantes na Comunidade Universitária, assim como nas de Terreiro. Promovendo a aproximação do culto e a tradição do Candomblé com os profissionais de educação da Rede Pública de Ensino, e busca evidenciar a importância desta tradição na cultura popular brasileira.
Palavras-chave
   cultura, identidade, candomblé, memória, educação
Público-Alvo
  Prioritariamente membros das Comunidades de Terreiro, assim como, alunos das graduações e pós-graduação dos cursos de Educação Física e da Dança prioritariamente, mas com acesso livre a todos os alunos da UFRJ que tenham interesse no tema abordado pelo projeto, profissionais de educação da rede pública municipal, estadual e federal de ensino, docentes das Universidades, técnicos administrativos, discentes, assim como membros de grupos da sociedade civil organizada. Os 10 docentes são do curso de Dança que por participarem também de pesquisas na área de cultura popular, estão direta e indiretamente ligados ao PADE em todas suas ações. Os 400 alunos de graduação são envolvidos a partir das disciplinas EFA360 Folclore Brasileiro e EFA518 Top. Esp. em Folclore Bras. A, ministradas pelo Prof. Alexandre Carvalho e todos os outros professores que ministram a disciplina de Folclore no Departamento de Arte Corporal da EEFD/UFRJ, que abrem espaço para o conhecimento dos mestres populares, ação que os mestres do candomblé também estão inseridos. Essa ação os põe em contato direto com as ações do Projeto PADE. Além de 15 alunos e 3 ex alunos pós graduandos, diretamente envolvidos com a pesquisa de campo e extensão realizada pelo PADE. O Projeto possui 2 técnico diretamente ligado às suas ações e 12 técnicos que são pesquisadores em Cultura Popular pertencentes a Cia Folclórica a qual o Prof. Alexandre Carvalho faz parte e que indiretamente também participam no auxilio ao PADE, não sendo vedada a participação de novos, mas, estes são participantes e multiplicadores.
Situação
  Atividade COM RELATORIO PARCIAL
Contato
  
«« Voltar