«« Voltar
Uso e cultivo racionais de plantas medicinais e plantas alimentícias não convencionais (PANC) pelos agricultores de Magé e Guapimirim, RJ (Cópia) 14-03-2018
Protocolo do SIGProj:   299897.1680.131359.13052018
De:05/07/2018  à  05/07/2019
 
Coordenador-Extensionista
  Ana Cláudia de Macêdo Vieira
Instituição
  UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro
Unidade Geral
  CCS - Centro de Ciências da Saúde
Unidade de Origem
  FF - Faculdade de Farmácia
Resumo da Ação de Extensão
  O projeto 'Uso e cultivo racionais de plantas medicinais e plantas alimentícias não convencionais (PANC) pelos agricultores de Magé e Guapimirim, RJ' visa apoiar a iniciativa do Comitê Gestor da Microbacia do Rio Cachoeira em conjunto com a EMATER - Rio na implementação do Projeto Desenvolvimento Rural Sustentável em Microbacias Hidrográficas do Estado do Rio de Janeiro - RIO RURAL BIRD e teve início em 2012. Esta microbacia, que faz parte da baía de Guanabara, fica localizada no município de Magé/RJ, e tem como atividade econômica primária a agropecuária, que está associada a problemas ambientais como deficiência de mata ciliar, assoreamento de rios e sua contaminação pelo uso excessivo de agrotóxicos. São objetivos do presente projeto: Incentivar o uso racional e responsável das plantas medicinais; Resgatar os saberes da população em relação às plantas da região, sobretudo quanto ao uso adequado das espécies de uso medicinal e alimentar;. Incentivar o cultivo de espécies de uso medicinal nas hortas caseiras para emprego seguro através de orientações adequadas de emprego, dosagem, riscos e formas farmacêuticas adequadas para disponibilização dos princípios ativos. Através da realização de mini-cursos e oficinas, os agricultores serão instruídos e orientados em relação do uso racional de plantas medicinais, seu cultivo adequado e sua preparação. Estão sendo elaborados manuais sobre os temas do projeto como material de consulta permanente para todos os membros da comunidade. Dois já estão sendo encaminhados para registro na Biblioteca Nacional e serão entregues à editora para publicação.
Palavras-chave
   Plantas medicinais, PANC, manuais, oficinas
Público-Alvo
  Agricultores dos municípios de Magé e Guapimirim e seus familiares, docentes e estudantes da UFRJ e demais instituições parceiras através da aquisição de novos saberes que podem levar a mudanças nas escolhas para tratamento de problemas de saúde, assim como na busca de alimentos que propiciem novos sabores e novas fontes de nutrientes.
Situação
  Atividade EM ANDAMENTO
Contato
   Estão sendo estabelecidos canais de comunicação on-line através de página no site da Faculdade de Farmácia (http://www.farmacia.ufrj.br/labfbot/) já ativa e estão sendo criadas páginas de perfis no Facebook para ampliar a divulgação dos resultados obtidos.
«« Voltar