«« Voltar
Curso Energia e Sociedade no Capitalismo Contemporâneo
Protocolo do SIGProj:   272130.1484.102059.31052017
De:16/07/2017  à  01/03/2018
 
Coordenador-Extensionista
  Carlos Bernardo Vainer
Instituição
  UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro
Unidade Geral
  CCJE - Centro de Ciências Jurídicas e Econômicas
Unidade de Origem
  IPPUR - Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano e Regional
Resumo da Ação de Extensão
  Ao longo dos anos, através de atividades de pesquisa que nos colocavam em estreito contato com as populações atingidas, suas realidades e organizações, foi-se estabelecendo a relação com o Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB). A demanda do Movimento por formação de seus militantes tem-se tornado cada vez mais qualificada. Espelhado em experiência de sucesso levada a cabo pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra, o MAB solicitou à ATEMAB e ao IPPUR que promovessem, na Universidade Federal do Rio de Janeiro, um Curso de Extensão: Curso Energia e Sociedade no Capitalismo Contemporâneo. Os objetivos principais do Curso são: 1) Ampliar o acesso de organizações da sociedade civil e movimentos populares ao saber científico-acadêmico, acolhendo militantes e lideranças no espaço e ambiente universitários; 2) Contribuir para a capacitação de militantes de movimentos populares, aprofundando o conhecimento sobre as relações entre energia, meio ambiente e sociedade no capitalismo contemporâneo. O Curso já foi oferecido para 3 turmas com, em média, 60 estudantes em cada uma, vindos de todas as regiões do país, sendo aproximadamente metade deles militantes do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) e os demais militantes de outros movimentos populares (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra, Movimento de Pequenos Agricultores, Movimentos dos Trabalhadores Sem Teto, Movimento de Mulheres Trabalhadoras Rurais, e movimentos de outros países da América Latina), além de sindicatos de trabalhadores do setor elétrico e da indústria do petróleo, com o objetivo de socializar experiências.
Palavras-chave
   Energia, conflitos socioambientais, movimentos sociais
Público-Alvo
  Os estudantes são oriundos de diversas regiões do Brasil e também de outros países. Cabe destacar que aproximadamente metade desses estudantes são militantes do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) e os demais militantes de outros movimentos populares (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra, Movimento dos Pequenos Agricultores, Movimento de Trabalhadoras Rurais, Movimento dos Trabalhadores Sem Teto e Movimentos de outros países da América Latina).
Situação
  Atividade COM RELATORIO FINAL
Contato
   Divulgação no site do Laboratório Estado Trabalho Território e Natureza (ETTERN) do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano e Regional (IPPUR) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). http://www.ettern.ippur.ufrj.br/
«« Voltar