«« Voltar
EXPERIÊNCIAS DA INFÂNCIA NO AMBIENTE UNIVERSITÁRIO
Protocolo do SIGProj:   270490.1484.253457.31052017
De:30/06/2017  à  31/07/2018
 
Coordenador-Extensionista
  Lilian Maria Garcia Bahia de Oliveira
Instituição
  UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro
Unidade Geral
  Macaé - Campus UFRJ-Macaé Professor Aloísio Teixeira
Unidade de Origem
  univ - Polo Universitário
Resumo da Ação de Extensão
  A presente proposta visa nuclear experiências e reflexões sobre o contraturno escolar no ambiente universitário, por meio do oferecimento de oficinas pedagógicas de caráter multidisciplinar vinculadas a projetos de pesquisa e extensão e a programas dos cursos de graduação da UFRJ Macaé. O público alvo são crianças regularmente matriculadas no ensino fundamental, na faixa de 5 anos e 9 meses a 10 anos de idade, oriundas da comunidade intra e extramuros à UFRJ Macaé bem como de cidades em seu entorno. As ações do projeto estão em consonância com o Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil, isto é, com o direito das crianças a brincar, como forma particular expressão, pensamento, interação e comunicação infantil; aos seus bens socioculturais disponíveis, visando ampliar o desenvolvimento das capacidades relativas à expressão, à comunicação, à interação social, ao pensamento, à ética e à estética, ao atendimento aos cuidados essenciais associados à sobrevivência e ao desenvolvimento de sua identidade. Como resultado esperado vislumbra-se: 1) nuclear na universidade com a participação da sociedade local discussões sobre o contraturno escolar no contexto do perfil urbano de Macaé e cidades vizinhas 2) estruturar oficinas para agentes sociais, professores e educadores da rede pública e privada com o foco em ações de educação para o contraturno escolar e 3) contribuir para o desenvolvimento do sentimento de pertencimento à universidade pelo público alvo do projeto e consequentemente para o desenvolvimento do seu desejo de ascensão ao ensino superior, sobretudo na universidade pública.
Palavras-chave
   Educação infantil, Saúde, contraturno escolar, autonomia infantil, sociabiliza
Público-Alvo
  O público alvo do projeto é constituído por indivíduos intramuros e extramuros à UFRJ Macaé. Constitui-se em público alvo principal (propriamente dito) crianças na faixa etária de 5 a 10 anos; no entanto, os seus pais ou responsáveis constituem-se indiretamente em público alvo porque eles estarão presentes nas ações do projeto e nesta condição figuram-se como público alvo 'indireto'. Público alvo Intramuros à UFRJ Macaé são integrantes do corpo social da universidade: alunos, servidores técnicos e professores efetivos, professores substitutos, bem como o pessoal terceirizado, todos eles atuando como pais ou responsáveis, e nesta condição serão “público alvo indireto”; e as crianças de 5 anos e 9 meses a 10 anos vinculadas aqueles indivíduos do corpo social da UFRJ Macaé, com a condição de estarem matriculadas no ensino fundamental nos municípios de abrangência do projeto em regime regular estas crianças sendo o público-alvo direto. Sob as mesmas condições que o pessoal vinculado à UFRJ Macaé (crianças e seus pais ou responsáveis) consistem em público alvos, crianças da mesma faixa etária provenientes da rede de educação pública e privada dos municípios de abrangência do projeto (público alvo direto) e seus respectivos pais ou responsáveis (público alvo indireto). Assim, partindo-se da estimativa de 1056 vagas para as oficinas e considerando-se que cerca de 201 vagas estarão vinculadas ao público da UFRJ Macaé, tem-se que 25% das vagas serão para crianças (em caráter voluntário) que possuam vinculação com membros do corpo social da UFRJ de cada segmento em proporção equilibrada entre eles: A) estudantes, B) terceirizados C) técnicos da UFRJ D) professores da UFRJ efetivos e substitutos; Os demais 75% são vagas destinadas a crianças do mesmo grupo etário, sendo, 40% de crianças oriundas da rede pública e 35% da rede privada, O critério de seleção será feito mediante manifestação de interesse após conhecerem o projeto, guardando-se as proporcionalidades mencionadas. Havendo sobras de vagas as mesmas serão abertas às listas de espera em observância também ao atendimento das proporcionalidades. O projeto será divulgado em Macaé e cidades vizinhas, na rede pública e na rede privada de educação bem como na própria universidade. Será criado ambiente virtual para interação dos pais e educadores participantes do projeto com a equipe de coordenação e professores oficinistas em plataforma moodle (com apoio da TIC-UFRJ Macaé) esta plataforma vem sendo cada vez mais utilizada para gestão de cursos e disciplinas na UFRJ Macaé. A plataforma consistirá em um instrumento de comunicação abrangente para: dirimir dúvidas, enviar sugestões abrigar calendário das oficinas etc.
Situação
  Atividade CONCLUÍDA
Contato
   Será criada um link na página da UFRJ
«« Voltar