«« Voltar
Cinema e literatura: práticas de ensino
Protocolo do SIGProj:   270338.1484.252605.31052017
De:29/06/2017  à  29/06/2018
 
Coordenador-Extensionista
  Eduardo dos Santos Coelho
Instituição
  UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro
Unidade Geral
  CLA - Centro de Letras e Artes
Unidade de Origem
  FL - Faculdade de Letras
Resumo da Ação de Extensão
  Pesquisa sobre obras da literatura brasileira e adaptações cinematográficas ou televisivas que as mesmas sofreram, como o romance Vidas secas, de Graciliano Ramos, filmado por Nelson Pereira dos Santos (longa-metragem); o poema 'O padre e a moça', de Carlos Drummond de Andrade, por Joaquim Pedro de Andrade (curta-metragem); A hora da estrela, de Clarice Lispector, por Susana Amaral (longa-metragem); a saga O tempo e o vento, de Erico Verissimo, adaptada para a TV por Doc Comparato e Regina Braga, com direção de Paulo José, Walter Campos e Denise Saraceni (minissérie). Durante a pesquisa, as obras serão avaliadas sob perspectiva crítico-teórica, com posterior realização de oficinas sobre técnicas cinematográficas, as quais servirão ao desenvolvimento dos vídeos didáticos pelos alunos inscritos. Alunos inscritos e professores do projeto devem contatar escolas que já participam dos programas de estágio das licenciaturas da UFRJ, para saber de suas demandas. A partir do levantamento de prioridades, os vídeos didáticos serão desenvolvidos pelos alunos inscritos, supervisionados por professores do projeto e alunos de pós-graduação. Alunos e professores da rede pública de ensino básico também devem participar do processo de criação do conteúdo didático em audiovisual, a ser vinculado nas escolas, na Faculdade de Letras/UFRJ, na Fundação Casa de Rui Barbosa, além de serem disponibilizados on-line. Por fim, destaca-se a realização do cineclube, com exibição de filmes seguida de debate, com a periodicidade de 15 em 15 dias.
Palavras-chave
   Literatura, cinema, ensino
Público-Alvo
  O projeto compreende a participação de alunos de graduação e professores universitários, alunos do ensino fundamental e médio da rede pública, bem como seus professores. Com a iniciativa de criar um cineclube no Espaço João Cabral de Melo Neto, na Faculdade de Letras, onde há infraestrutura suficiente para tal finalidade, pretende-se ainda alcançar um público mais amplo, constituído de funcionários técnico-administrativos, terceirizados, entre outros.
Situação
  Atividade CONCLUÍDA
Contato
   literaturaecinema.ufrj@gmail.com
«« Voltar