«« Voltar
Assistência Fisioterapêutica nas manifestações musculoesqueléticas da Febre Chikungunya
Protocolo do SIGProj:   265191.1464.88042.03042017
De:31/07/2016  à  29/03/2017
 
Coordenador-Extensionista
  Angelica da Silva Tenorio
Instituição
  UFPE - Universidade Federal de Pernambuco
Unidade Geral
  CCS - CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE
Unidade de Origem
  Fisioterapia - Fisioterapia (Depto)
Resumo da Ação de Extensão
  A febre Chikungunya (FC) é uma arbovirose causada pelo vírus Chikungunya (CHIKV), do gênero Alphavirus. A transmissão ocorre pela picada de fêmeas dos mosquitos Aedes aegypti e Aedes albopictus infectadas pelo CHIKV. O seu quadro clínico é semelhante ao da dengue – febre de início agudo, dores articulares e musculares, cefaleia, náusea, fadiga e exantema. A principal manifestação clínica que a diferencia são as fortes artralgias. Após a fase inicial (aguda), a doença pode evoluir para as etapas subaguda e crônica, com persistência ou piora dos sintomas musculoesqueléticos, tais como: dores articulares e musculares, tendinopatias, além do desencadeamento ou exacerbação de outras doenças reumáticas, causando prejuízos à funcionalidade. No último ano, o estado de Pernambuco registrou um alto índice de casos de FC, ocasionando um aumento da procura por tratamentos especializados, além de repercussões sociais e econômicas, com elevado absenteísmo, baixa produtividade e consequências negativas sobre atividades da vida diária, de lazer e à qualidade de vida da população acometida. Diante deste contexto, o objetivo do presente projeto é promover assistência fisioterapêutica para indivíduos com FC acompanhada de manifestações musculoesquelética.
Palavras-chave
   febre chikungunya, artralgia, fisioterapia, funcionalidade, qualidade de vida.
Público-Alvo
  Pacientes com diagnóstico de febre Chikungunya que apresentem manifestações musculoesqueléticas
Situação
  Atividade COM RELATORIO FINAL
Contato
  
«« Voltar