«« Voltar
Unidade de Apoio à Inovação Social - USIS
Protocolo do SIGProj:   253360.1327.131335.06122016
De:28/02/2017  à  28/02/2019
 
Coordenador-Extensionista
  Carla Martins Cipolla
Instituição
  UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro
Unidade Geral
  CT - Centro de Tecnologia
Unidade de Origem
  COPPE - Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa em Engenharia
Resumo da Ação de Extensão
  O USIS/ UFRJ - Unidade de Suporte à Inovação Social - é parte do projeto de pesquisa LASIN - Latin American Social Innovation Network -, co-financiado pela Comissão Europeia, com o propósito de implementar um modelo de envolvimento Universidade/comunidade, baseado na combinação de atividades curriculares e extra-curriculares, materiais e instrumentos de aprendizagem, treino prático, oficinas e mentoring para reforçar as ligações da universidade com o ambiente social mais amplo. A atividade apoia inovações sociais como chave para o desenvolvimento e envolve um consórcio de treze parceiros, incluindo onze universidades, com a Glasgow Caledonian University coordenando como o parceiro principal. Com metodologia própria, desenvolvida previamente no projeto de pesquisa, a comunidade interna à UFRJ (professores, técnicos administrativos e estudantes) trabalhará com a comunidade externa (Grupos comunitários, ONGs e/ou OSCIPS, Organizações governamentais e empresas), apoiando o desenvolvimento de inovações sociais.
Palavras-chave
   inovação social, relação universidade-comunidade, suporte à inovação social
Público-Alvo
  Participantes de Coletivos, grupos comunitários, movimentos sociais, organizações não governamentais e organizações governamentais, Unidades de ensino da UFRJ (alunos, professores e Técnicos). -- Um exemplo de grupo (e tema atendido) vem de um dos parceiros externos desta proposta, a Cariru Agricultura Urbana (empresa que surgiu da dissertação de mestrado de seu fundador, orientada pela proponente dfeste projeto de extensão). A Cariru desenvolve atividades de agricultura urbana – AU - no Complexo de Favelas da Penha. A agricultura urbana traz uma oportunidade de revalorização dos espaços urbanos como áreas destinadas à produção de alimentos, à geração de renda, à reaproximação com a natureza, ao lazer, ao convívio, etc. São diversas as experiências em todo mundo que demonstram como a AU pode contribuir na melhoria da qualidade de vida das famílias, comunidades e da cidade como um todo (FAO, 2014; ARRUDA, 2011; HENK et al, 2013). A USIS, neste exemplo, incluirá a Cariru Agricultura Urbana e a comunidade em que atua, reforçando seus processos. Porém, não somente. Assim como a Cariru (já incluída na presente proposta como parceira), outros grupos e entidades serão potencializados pelas ações da USIS. Neste sentido, a USIS identifica, reconhece e dá suporte a inovações sociais. Todo o público alvo da ação (grupos comunitários, movimentos sociais, organizações não governamentais e organizações governamentais) é convocado de duas formas, seguindo a metodologia (item 1.6.4 da proposta submetida): (1) na forma passiva, ou seja, a USIS recebe interessados em participar, que já chegam com problema e tema identificados (a partir de divulgação da ação). Neste caso, cabe aos profissionais/ estudantes da USIS identificar os públicos-alvo interessantes para que sejam convidados e engajados a participar dos ciclos, junto com os atores que primeiro procuraram a USIS. (2) no modelo ativo, ou seja, quando a USIS convida o público-alvo a participar de um ciclo em torno de uma temática, os interessados serão contatados, dentro dos grupos descritos no público alvo, depois de um mapeamento de oportunidades de inovação social, realizado a cada semestre, identificando e interagindo com seus múltiplos atores, da forma como está descrito na proposta. O papel da USIS é de uma conectora, ou seja, o grupo USIS trabalhará estabelecendo conexões entre pessoas, grupos, movimentos e organizações, de maneira a ter, dentro dos grupos definidos, atores que tenham interesse nas temáticas de cada ciclo. Ou seja, conforme descrito na proposta, a USIS não pre-define os atores que estarão envolvidos. É um processo orgânico, que se inicia com mapeamento e divulgação. Além disso, os envolvidos no projeto, como descrito na proposta, tem experiência de cerca de 15 anos em atividades de inovação social, fazendo parte, então, de uma rede de inovadores dentro dos públicos-alvo descritos, o que facilitará a identificação destes atores.
Situação
  Atividade COM RELATORIO PARCIAL
Contato
   Rita Afonso (21) 98719-1875
«« Voltar