«« Voltar
REORIENTAÇÃO DA FORMAÇÃO PROFISSIONAL EM ODONTOLOGIA - UFRJ- EXPERIÊNCIAS NO SUS COM ÊNFASE NOS DETERMINANTES SOCIAIS DE SAÚDE E FATORES DE RISCO PARA AS DOENÇAS PERIODONTAIS (Cópia) 27-11-2016
Protocolo do SIGProj:   253109.1327.136913.06122016
De:30/03/2017  à  30/12/2020
 
Coordenador-Extensionista
  Maria Cynésia Medeiros de Barros
Instituição
  UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro
Unidade Geral
  CCS - Centro de Ciências da Saúde
Unidade de Origem
  FO - Faculdade de Odontologia
Resumo da Ação de Extensão
  Esse projeto de extensão é um esforço para promover adequações na formação de recursos humanos em saúde consoante com as Diretrizes Curriculares Nacionais, visando uma formação profissional mais próxima dos princípios do Sistema Único de Saúde (SUS) e das necessidades da população. Nesse sentido, a oportunidade de estudantes de Odontologia usufruir de experiências profissionais em unidades dos SUS será um passo positivo na formação destes futuros dentistas. Dessa forma, este projeto visa uma contribuição para melhoria da saúde da comunidade através de ações de promoção de saúde. Além de colaborar na formação profissional diferenciada dos recursos humanos de Odontologia ao oferecer a oportunidade de qualificação profissional centrada no indivíduo-família-comunidade-sociedade. Os estudantes de Odontologia desenvolverão atividades de promoção de saúde junto à comunidade que utiliza os serviços de saúde do SUS, na área programática AP-3.1, o que geograficamente corresponde ao entorno do campus UFRJ. O interesse do projeto é que os estudantes participem das atividades existentes na Estratégia da Saúde da família com foco na identificação dos determinantes sociais e fatores de risco para as doenças periodontais, especificamente, tabagismo e diabetes mellitus. A disciplina de Periodontia II é obrigatória sendo uma disciplina com carga horária teórica, prática e de extensão. Esta apresenta grande parte de seu conteúdo teórico e prático voltado para fatores epidemiológicos (incluindo fatores de risco), diagnóstico e tratamento das doenças periodontais, portanto, essa interface com a realidade da sociedade que utiliza os serviços de saúde, traz para o estudante de Odontologia uma oportunidade singular de aprendizado.
Palavras-chave
   saúde coletiva, odontologia, promoção de saúde, saúde da família
Público-Alvo
   Usuários dos serviços de saúde de unidades da rede municipal de saúde do Rio de Janeiro que estão cadastrados na Estratégia da Saúde da Família. A proposta contempla a área programática (AP3.1) do Rio de Janeiro o que geograficamente corresponde a região no entorno do campus UFRJ, pela sua localização estratégica e existência de programas de controle de tabagismo e diabetes melitus. O número de usuários, público alvo da atividade, varia consideravelmente a cada tipo de atividade. Nos dias de ações de promoção de saúde, o número de pessoas envolvidas (usuários) pode exceder 50 pessoas; em dia de atividade de visita domiciliar o público alvo pode ser bem menor, dependendo do número de pessoas na família. Enfim , a estimativa do número de pessoas é bastante variável, calculei aproximadamente 50 por grupo de alunos. Como são 8 grupos, em média, seriam 400 usuários.
Situação
  Atividade EM ANDAMENTO
Contato
   cynesiaster@gmail.com
«« Voltar