«« Voltar
Farmacovigilância na Segurança do Paciente (Cópia) 13-07-2016
Protocolo do SIGProj:   242631.1285.154419.13072016
De:02/08/2016  à  02/01/2017
 
Coordenador-Extensionista
  Gisele da Silveira Lemos
Instituição
  UESB - Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia
Unidade Geral
  JQE - Campus de Jequié
Unidade de Origem
  DQE - Departamento de Química e Exatas
Resumo da Ação de Extensão
  A farmacovigilância consiste da ciência e das atividades relativas à detecção, avaliação, compreensão e prevenção de eventos adversos ou quaisquer outros possíveis problemas relacionados a medicamentos - OMS. Os serviços de farmacovigilância, dentre outras atividades, recebem notificações feitas pelos diferentes usuários, e têm o papel de analisar essas notificações e disparar ações com o intuito de prevenir, eliminar ou, pelo menos, minimizar riscos de danos à saúde dos pacientes e dos profissionais causados por medicamentos. Efeitos adversos com medicamentos acontecem freqüentemente com pacientes hospitalizados. A ocorrência desses eventos, em hospitais, pode levar a um aumento do tempo de internação e de custos. Assim, a detecção precoce e o diagnóstico de eventos adversos a medicamentos tornam a farmacovigilância um importante instrumento para a saúde pública e para o uso racional de medicamentos. Diante desses aspectos, pretende-se contribuir para o fortalecimento da Segurança do Paciente no Hospital Geral Prado Valadares (HGPV) de Jequié-Ba, buscando a integração de todos os profissionais de saúde envolvidos no cuidado ao paciente, que trará benefícios aos membros desta equipe, aos pacientes internados e aos docentes e discentes da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB) envolvidos no processo. Os resultados obtidos serão enviados aos órgãos sanitários competentes, divulgados entre a comunidade acadêmica e aos profissionais do HGPV, com ações de conscientização sobre o uso de medicamentos, segurança aos usuários do serviçao público, e reorganização de verbas públicas investidas em medicamentos e materiais médicos.
Palavras-chave
   farmacovigilância, antimicrobianos, eventos adversos, uso racional de medicamentos, segurança do paciente
Público-Alvo
  O público alvo serão os profissionais de Saúde, envolvidos no cuidado aos pacientes internados no Hospital Geral Prado Valadares, os discentes e docentes da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia envolvidos em disciplinas práticas neste Hospital. Além de toda a comunidade envolvida (pacientes internados e ambulatoriais que terão benefícios com a intervenção do projeto).
Situação
  Atividade COM RELATORIO FINAL
Contato
  
«« Voltar