«« Voltar
(DES)CONSTRUÇÃO DE GÊNERO NA SAÚDE ESCOLAR E NA ESCOLA
Protocolo do SIGProj:   241196.1327.59363.06122016
De:30/01/2017  à  30/01/2018
 
Coordenador-Extensionista
  Ivone Evangelista Cabral
Instituição
  UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro
Unidade Geral
  CCS - Centro de Ciências da Saúde
Unidade de Origem
  EEAN - Escola de Enfermagem Anna Nery
Resumo da Ação de Extensão
  Gênero tem sido relacionado a sexo; no entanto, a identidade de gênero depende de uma construção sociocultural. É preciso intervir nessa construção cultural desde a infância, para que no futuro essas características não sejam fontes de conflitos entre as pessoas, porque não sabem dissociar gênero de identidade de gênero. Objetivos: Traduzir, retrotraduzir e adaptar culturalmente do espanhol Cubano para o Português brasileiro, um instrumento de observação e um questionário; 2. Caracterizar as representações culturais sobre gêneros entre crianças e adolescentes inseridas no processo de escolarização formal; 3. Identificar eventos culturais associados a construção da identidade de gênero na infância e adolescência; 4) Desenvolver ações extensionistas com a participação de crianças/adolescentes em oficinas de expressão; 5) Gerar produtos culturais resultantes dessas ações nas oficinas de criação; 6) Discutir com os professores do ensino fundamental da escola, o valor dessas produções no ensino sobre gênero e saúde na escola. As ações extensionistas são parte da pesquisa-ação desenvolvidaem uma escola de ensino fundamental do Rio de Janeiro, com dois grupos de crianças (6-14 anos) do ensino fundamental, em dois momentos. Primeiro, indentifica-se representações culturais, pela observação das crianças e adolescentes em jogos/brincadeiras, na escola (no intervalo do recreio) e instrumento, precedido pela tradução, retrotradução e adaptação cultural dos instrumentos de caracterização de brincadeiras preferidas por eles/elas. Segundo, oficinas de expressão e criação sobre gênero/identidade de gênero na promoção da saúde; e grupo focal com até 8 professores dessa escola. Os dados serão analisados pela análise de discurso para apreender formações discursiva e ideológica.
Palavras-chave
   Saúde escolar, gênero, promoção da saúde, produção de material, extensão universitária
Público-Alvo
  Como gênero é um construto transversal a vida do cidadão a participação de estudantes de áreas diferentes, saúde, artes e humanas, os estudantes se beneficiarão do aprendizado gerado com as ações extensionistas e no encontro com crianças e adolescentes em processo de escolarização. ESTUDANTES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM. Na grade curricular dos estudantes de enfermagem, no programa curricular I, aborda a promoção da saúde escolar, portanto tem aderência com o projeto em tela, criar oportunidades de interação dos estudantes de graduação desse curso, com o construto gênero na infancia, na concepção da promoção da saúde. Além disso, poderão contribuir e beneficiar-se da interação com saberes plurais, heterogêneos, socioculturalmente construidos no encontro com as crianças e adolescentes do ensino fundamental, além daqueles saberes interdisciplinares de outros campos de formação. GRADUAÇÃO EM BELAS ARTES. Os estudantes de Belas Artes poderão contribuir e beneficiar-se da interação com saberes plurais, heterogêneos, socioculturalmente construidos no encontro com as crianças e adolescentes do ensino fundamental, além daqueles saberes interdisciplinares de outros campos de formação. GRADUAÇÃO EM MÚSICA. Os estudantes poderão contribuir e beneficiar-se da interação com saberes plurais, heterogêneos, socioculturalmente construidos no encontro com as crianças e adolescentes do ensino fundamental, além daqueles saberes interdisciplinares de outros campos de formação. GRADUAÇÃO EM LETRAS – LITERATURA BRASILEIRA Os estudantes poderão contribuir e beneficiar-se da interação com saberes plurais, heterogêneos, socioculturalmente construidos no encontro com as crianças e adolescentes do ensino fundamental, além daqueles saberes interdisciplinares de outros campos de formação. GRADUAÇÃO EM COMUNICAÇÃO Os estudantes poderão contribuir e beneficiar-se da interação com saberes plurais, heterogêneos, socioculturalmente construidos no encontro com as crianças e adolescentes do ensino fundamental, além daqueles saberes interdisciplinares de outros campos de formação. GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA Os estudantes poderão contribuir e beneficiar-se da interação com saberes plurais, heterogêneos, socioculturalmente construidos no encontro com as crianças e adolescentes do ensino fundamental, além daqueles saberes interdisciplinares de outros campos de formação. Outros integrantes: ESTUDANTE DO CURSO DE MESTRADO PROFISSIONAL EM ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE, DO CURSO DE MESTRADO EM ENFERMAGEM E POS-DOUTORANDO EM SAÚDE DA CRIANÇA. Integrarão a equipe de execução do projeto, de modo a articular o ensino de graduação, pós-graduação, a pesquisa com a atividade de extensão.
Situação
  Atividade CONCLUÍDA
Contato
   E-mail: icabral444@gmail.com Telefone institucional: quartas-feiras a tarde: 2293-8999.
«« Voltar