«« Voltar
'Diálogos entre saberes e fazeres: encontros de formação continuada com profissionais da Educação Infantil (Cópia) 06-02-2015 (Cópia) 19-12-2015 (Cópia) 19-06-2016
Protocolo do SIGProj:   240443.1113.84822.19062016
De:15/03/2016  à  29/11/2016
 
Coordenador-Extensionista
  Luciana Esmeralda Ostetto
Instituição
  UFF - Universidade Federal Fluminense
Unidade Geral
  ESE - Faculdade de Educação
Unidade de Origem
  SSE - Departamento de Sociedade, Educação e Conhecimento
Resumo da Ação de Extensão
  Registrar a experiência vivida, descrevendo e analisando a complexa trama do cotidiano educativo tem sido apontado, por estudos e pesquisas sobre formação de professores, como uma prática essencial para a qualificação da proposta pedagógica efetivada na Educação Infantil assim como para a qualificação de seus profissionais. Para além de uma tarefa a ser executada ou técnica a ser aplicada, os registros são compreendidos como espaço privilegiado da reflexão do professor: é um instrumento do trabalho docente que, articulando a outros dois instrumentos - o planejamento e a avaliação -, garante a intencionalidade do processo ensino-aprendizagem. No registro da experiência pedagógica, elaborado pelo professor, trava-se o essencial diálogo teoria-prática, aspecto fundamental e, por isso, tão almejado na formação de professores e na ação pedagógica que pretende a qualidade. São variadas as formas de registros: anotações, caderno de registro diário, relatórios, fotografias, pequenas filmagens, arquivos de produções das crianças. Em seu conjunto, os registros compõem o que se tem chamado de “documentação pedagógica”. Com o presente projeto de extensão, integrando uma ação de formação continuada, faz-se um convite aos educadores para que se abram à aventura pedagógica de apropriação da sua experiência-palavra, apostando na possibilidade da narrativa de histórias sobre os fazeres docentes. Move-nos a afirmação da necessidade do educador ver-se como autor e narrador, comunicando seu fazer-saber educativo. Junto aos educadores da UMEI Rosalda Paim (creche da rede municipal de Niterói), pretende-se construir diálogos ampliando a significação do registro para a prática pedagógica, qualificando-a.
Palavras-chave
   Registro do cotidiano, documentação pedagógica, formação de professores, educação infantil.
Público-Alvo
  Público atingido diretamente: professores e equipe pedagógica da Unidade Municipal de Educação Infantil Rosalda Paim (28); crianças atendidas pela referida creche (160); estudantes de graduação de Pedagogia (36). Público atingido indiretamente: famílias das crianças matriculadas na instituição, considerando-se a qualificação dos profissionais responsáveis pela educação e cuidado de seus filhos.
Situação
  Atividade EM ANDAMENTO
Contato
   lucianaostetto@id.uff.br
«« Voltar