«« Voltar
OS SENTIDOS DE VIVER A CIDADE: O RIO DE JANEIRO COMO ESPAÇO VIVIDO DOS TRABALHADORES (Cópia) 26-02-2016
Protocolo do SIGProj:   226484.1327.144224.06122016
De:05/03/2017  à  07/12/2017
 
Coordenador-Extensionista
  Enio José Serra dos Santos
Instituição
  UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro
Unidade Geral
  CFCH - Centro de Filosofia e Ciências Humanas
Unidade de Origem
  FE - Faculdade de Educação
Resumo da Ação de Extensão
  A principal atividade de extensão deste projeto se configura na realização de trabalhos de campo pelo Centro da cidade do Rio de Janeiro com alunos e professores de Geografia e História do Centro de Referência em Educação de Jovens e Adultos (CREJA) e do CIEP Pedro Varela. Tal atividade é elaborada e executada pelos professores coordenadores, bem como por estudantes dos cursos de Licenciatura em Geografia e de Pedagogia. Como atividades secundárias têm-se: 1. encontros semanais na Universidade entre os docentes e os estudantes para estudo e preparação das atividades a serem realizadas; 2. oficinas anteriores e posteriores aos trabalhos de campo com os alunos e os professores nas instalações das respectivas escolas; 3. organização de exposição de fotografias, vídeos e depoimentos nas instalações das escolas decorrentes das atividades de campo. Esse projeto se estrutura com o princípio de reconhecer o protagonismo dos trabalhadores na construção da cidade e busca possibilitar aos alunos jovens e adultos a produção e o registro de suas percepções sobre o espaço geográfica e historicamente vivido em seu cotidiano no Centro do Rio de Janeiro. Assim, são feitos levantamentos e análises sobre as experiências socioespaciais dos alunos através de depoimentos e mapas mentais, sendo este material a base a partir da qual são definidos, com todos os envolvidos, o roteiro, os temas e as atividades a serem desenvolvidas nas atividades de campo. Pretende-se, dessa forma, problematizar com os alunos trabalhadores as noções de direito à cidade, política urbana, sujeitos históricos, patrimônio histórico e segregação socioespacial.
Palavras-chave
   Espaço vivido, Memória Geográfica, Educação de Jovens e Adultos, Transformações urbanas, Geografia histórica
Público-Alvo
  Alunos e professores de Geografia e História do Centro de Referência da Educação de Jovens e Adultos do Rio de Janeiro (CREJA)e do CIEP Pedro Varela.
Situação
  Atividade CONCLUÍDA
Contato
  
«« Voltar