«« Voltar
INTERFACES ENTRE A TOPONÍMIA BRASILEIRA E A PARAGUAIA EM ÁREA DE FRONTEIRA: PERSPECTIVA ETNODIALETOLÓGICA
Protocolo do SIGProj:   221288.1005.155413.29122015
De:08/05/2014  à  19/09/2018
 
Coordenador-Extensionista
  Suely Aparecida Cazarotto
Instituição
  UFMS - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Unidade Geral
  CPTL - Câmpus de Três Lagoas
Unidade de Origem
  PPGL - Programa de Pós-Graduação em Letras
Resumo da Ação de Extensão
  O estudo dos nomes de lugares possibilita a identificação e a recuperação de fatos linguísticos que ocorrem no ato da denominação. Os topônimos “testemunham” parte da história da língua, dado que os contatos linguísticos e culturais entre os povos são registrados e mantidos através dos tempos por meio dos signos linguísticos. Logo, nosso estudo se pautará nas hipóteses de que encontremos marcas da Guerra do Paraguai nos elementos toponímicos encontrados na fronteira entre Brasil e Paraguai, mais particularmente nos municípios de Ponta Porã/MS/BR e de Pedro Juan Caballero/PY, ou seja, em que medida a história social, econômica e política que singulariza essa área de fronteira reflete-se na toponímia local e a possibilidade de um continuum toponímico, considerado, ainda, nesta região fronteiriça, permeada por diferentes estratos linguísticos, uma vez que, nas localidades onde será realizada a pesquisa convivem três línguas distintas, que são o espanhol e o guarani (oficiais do Paraguai) e o português (oficial do Brasil). Estabelece como objetivos: a) Realizar um estudo dos topônimos de elementos físicos e humanos dos municípios de Ponta Porã/MS/BR e Pedro Juan Caballero/PY, tencionando descrever a matriz toponímica das áreas investigadas e verificar em que proporção o episódio bélico “Guerra do Paraguai” deixou marcas na toponímia dessa região fronteiriça; b) Verificar em que proporção existe um continuum toponímico, que ultrapasse os limites geográficos, em termos de topônimos inventariados, de língua de origem dos designativos e motivação toponímica. Esta pesquisa fundamenta-se nos princípios teóricos da Toponímia e pauta-se em Dick (1992) como autora de referência.
Palavras-chave
   Toponímia, Brasil, Paraguai, Guerra do Paraguai, Continuum toponímico
Público-Alvo
  
Situação
  Atividade COM RELATORIO FINAL
Contato
  
«« Voltar