«« Voltar
Análise da reparação inflamatória inicial, com uso de biomembrana de quitosana e laser de baixa intensidade, em calvária de ratos.
Protocolo do SIGProj:   221216.1005.20394.16122015
De:08/03/2015  à  08/12/2016
 
Coordenador-Extensionista
  Natália Carvalho Trevizam
Instituição
  UFMS - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Unidade Geral
  FAODO - Faculdade de Odontologia
Unidade de Origem
  PPGO - Programa de Pós-Graduação em Odontologia
Resumo da Ação de Extensão
  Para que se tenha sucesso em qualquer tratamento cirúrgico é de suma importância que ocorra corretamente o processo de cicatrização da ferida. Além disso, quanto mais rápido uma ferida cicatriza, menores são as chances de uma infecção dos tecidos injuriados. Algumas técnicas estão sendo utilizadas para que ocorra o aceleramento do processo de cicatrização, como a laserterapia de baixa intensidade (LBI) e o uso da biomembrana de quitosana. Com o intuito de avaliar a bioestimulação tecidual dessas duas técnicas associadas, serão realizadas quatro feridas cirúrgicas na calvária de cada rato (n=39). Em cada lesão será aplicado um tratamento: 1.Lesão superior direita: Grupo controle - coágulo (Grupo A). 2.Lesão superior esquerda: Aplicação do LBI (Grupo B). 3. Lesão inferior esquerda: Biomembrana de quitosana (HemCon) + LBI (Grupo C). 4. Lesão inferior direita: Biomembrana de quitosana (HemCon) (Grupo D). Os animais serão sacrificados em 1 dia, 3 dias e 7 dias após a cirurgia, através de uma superdose de anestésico e, então, serão confeccionadas laminas histológicas para avaliação da hiperemia, hemorragia e degeneração celular. O estudo será experimental do tipo cego, já que o histologista não saberá qual tipo de material ele estará analisando, sendo cada grupo especificado anteriormente por letras (A,B,C,D). Espera-se que a associação da biomembrana de quitosana com o LBI promova um aceleramento da cicatrização da ferida.
Palavras-chave
   Materiais biocompatíveis, Cicatrização, Lasers.
Público-Alvo
  
Situação
  Atividade COM RELATORIO FINAL
Contato
  
«« Voltar