«« Voltar
ESTUDO DA EFICIÊNCIA DE CATALISADORES HETEROGÊNEOS METALICOS NA OBTENÇÃO DE BIODIESEL
Protocolo do SIGProj:   219819.1005.193080.01122015
De:17/04/2015  à  16/04/2019
 
Coordenador-Extensionista
  Osmar Nunes de Freitas
Instituição
  UFMS - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Unidade Geral
  INQUI - Instituto de Química
Unidade de Origem
  PPGQ - Programa de Pós-Graduação em Química
Resumo da Ação de Extensão
  Aumento da demanda mundial por combustíveis líquidos, aquecimento global, segurança energética, vontade política por desenvolvimento nos campos agrícola, social e também energético são pontos que abrem novas áreas de interesse e oportunidades para pesquisas e desenvolvimento na Academia e na Indústria, pois são as forças motoras responsáveis pelo renovado interesse na produção de biocombustíveis. Um dos grandes destaques da atualidade na área de biocombustí¬veis é o interesse pelo uso de recursos naturais baseados em materiais lignocelulósicos para a produção de etanol ou por fontes produtoras de lipídeos usados para a produção de biodiesel. Biodiesel é o nome dado a ésteres alquílicos de ácidos graxos desde que atendam certos parâmetros de qualidade. Atualmente há um grande esforço direcionado na busca por novas tecnologias que visem tornar a produção de biodiesel mais simples, eficiente e limpa. Tem sido testados diversas rotas enzimáticas, condições supercríticas e o uso de catalisadores heterogêneos. Muitas classes de compostos químicos têm sido testadas como catalisadores heterogêneos bifuncionais para a produção de ésteres graxos (biodiesel) por processos de esterificação e transesterificação. Entre as principais encontram-se resinas de troca iônica, zeólitas, óxidos metálicos, líquidos iônicos, complexos orgânicos, sólidos ácidos derivados da pirólise de carboidratos, e sais de metais de transição, dentre outros.
Palavras-chave
   Biodiesel, Catalise heterogênea, Oxido de Zinco, Sustentabilidade.
Público-Alvo
  
Situação
  Atividade EM ANDAMENTO
Contato
  
«« Voltar