«« Voltar
Mulheres assentadas construindo múltiplos caminhos: experiências das mulheres na gestão de grupos de produção e de vida em assentamentos de reforma agrária em Mato Grosso do Sul.
Protocolo do SIGProj:   218789.1107.18583.20112015
De:31/12/2015  à  31/12/2016
 
Coordenador-Extensionista
  Alzira Salete Menegat
Instituição
  UFGD - Universidade Federal da Grande Dourados
Unidade Geral
  FCH - Faculdade de Ciências Humanas
Unidade de Origem
  CSL - Ciências Sociais - Licenciatura
Resumo da Ação de Extensão
  Este projeto tem como objetivo atuar com atividades práticas de extensão junto a dois grupos de mulheres assentadas em dois assentamento dos municípios de Juti e de Amambai, sendo o Sebastião Rosa da Paz e o Padre Adriano, as quais estão organizadas para a produção de mandioca e hortaliças com base nas técnicas da produção orgânica. Para suas atuações, essas mulheres formam grupos cooperados, desenvolvendo atividades diversas, que envolvem a produção de mandioca, a transformação dessa em farinha, bem como cultivo e comercialização de outros produtos que vem propiciando geração de renda, permitindo melhoria na condição das famílias e, especialmente, autonomia das mulheres, visto que as projeta como gestoras de empreendimentos produtivos. Dessa forma, a intenção com esse projeto é contribuir nos trabalhos que as mesmas vem desenvolvendo, fomentando suas atividades com palestras sobre técnicas de produção e de transformação de produtos, aumentando os conhecimentos do grupo, fortalecendo o trabalho cooperado, e a diversificação na produção e na transformação da mesma. Para isso, além das palestras sobre técnicas de produção e de aproveitamento dos alimentos, pretende-se levar materiais que intensifique os trabalhos desenvolvidos, como sementes e adubos. Além da troca de experiências/conhecimentos visando melhoria na produção e organização dos grupos, pretendemos produzir debater sobre a importância do trabalho cooperado e os meios para que o grupo se integre a outros grupos, visando seu fortalecimento e propagação de seus saberes junto as famílias dos dois assentamentos.
Palavras-chave
   mulheres assentadas, produção, geração de renda e autonomia
Público-Alvo
  Trabalho com grupos de mulheres assentadas nos assentamentos: Sebastião Rosa da Paz e Padre Adriano, ambos localizados nos municípios de Juti e Amambaí
Situação
  Atividade COM RELATORIO FINAL
Contato
  
«« Voltar