«« Voltar
SEMENTES CRIOULAS: SEGURANÇA E SOBERANIA ALIMENTAR PARA A COMUNIDADE DA ALDEIA TEYKUÊ
Protocolo do SIGProj:   218360.1107.18419.20112015
De:31/12/2015  à  29/11/2016
 
Coordenador-Extensionista
  Zefa Valdivina Pereira
Instituição
  UFGD - Universidade Federal da Grande Dourados
Unidade Geral
  FCBA - Faculdade de Ciências Biológicas e Ambientais
Unidade de Origem
  Gestão Ambiental - Gestão Ambiental
Resumo da Ação de Extensão
   Os Indígenas do Mato Grosso do Sul têm muitas dificuldades de acesso a sementes de qualidade, devido ao alto custo e à quase ausência de assistência técnica. Dessa forma estimular a criação de bancos comunitários de sementes crioulas, bem como estimular o sistema de troca de sementes e de informações entre os agricultores para a manutenção e conservação dos caracteres de variedades, visando à sustentabilidade e à autonomia dos agricultores frente ao mercado de sementes, é de suma importância para garantir a segurança e a soberania alimentar desses agricultores e suas famílias. Assim, este trabalho visa promover o resgate, manutenção e disseminação de sementes de espécies e variedades agrícolas crioulas, incentivar o surgimento de indivíduos “multiplicadores” dessa ideia, junto as aldeias indígenas, do Sul do Estado de Mato Grosso do Sul. Para isso. serão realizadas varias atividades como a de resgate das espécies crioulas, produção e armazenamento destas espécies, criação de banco comunitário de sementes, cursos e oficinas e feiras de trocas de sementes e saberes.
Palavras-chave
   Comunidades tradicionais, Sementes crioulas, Segurança e soberania alimentar, Agroecologia
Público-Alvo
  Comunidade Indigena da Aldeia TeyKuê
Situação
  Atividade COM RELATORIO FINAL
Contato
  
«« Voltar