«« Voltar
Orientação técnica para implantação de Sistema de Integração Lavoura-Pecuária na fazenda Iguaçu no município de Aquidauana
Protocolo do SIGProj:   213520.976.54171.24112015
De:24/11/2015  à  29/07/2017
 
Coordenador-Extensionista
  Francisco Eduardo Torres
Instituição
  UEMS - Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul
Unidade Geral
  Aquidauana - Unidade Universitária de Aquidauana
Unidade de Origem
  Agronomia - Coordenação de Curso de Agronomia
Resumo da Ação de Extensão
  Sistemas produtivos envolvendo o cultivo de grãos (soja e milho) e a implantação ou recuperação de pastagens, implantados na mesma área, em consórcio, em rotação ou em sucessão, consiste no sistema integração lavoura-pecuária (iLP). O estabelecimento de forrageiras consorciadas com milho na safra, assim como o uso de pastagens perenes para o controle de nematoides em áreas de lavoura de soja, têm sido determinantes para a expansão dos sistemas de iLP na região Centro-Oeste. Com isto, este trabalho tem como objetivo avaliar agronomicamente o desempenho de cinco cultivares de soja estabelecidas em sistema iLP, e indicar aqueles com melhor adaptação para o cultivo na região de Aquidauana-MS. O experimento será desenvolvido em 12 hectares na área da fazenda Iguaçu, localizada no município de Aquidauana-MS, na safra 2015/2016 e safra 2016/2017. Serão semeadas as cultivares BMX força; BMX titan; Monsoy 6009; Syngenta 1049 e Vmax 7959. Os dados serão submetidos à análise de variância (F α =0,01) e as médias comparadas pelo teste de Duncan, ao nível de 5% de probabilidade, utilizando o software Estat (1994).
Palavras-chave
   avaliação agronômica, cultivares de soja, integração lavoura-pecuária.
Público-Alvo
  O presente projeto prevê inicialmente que o proprietário da Fazenda Iguaçu será beneficiado com a implantação do sistema de integração lavoura-pecuária. Porém como se trata de um líder regional, seus resultados servirão de exemplos para a comunidade agropecuária do município e da região, abrangendo, a médio prazo, dimensões importantes para o desenvolvimento regional e do MS. A UEMS contará com a parceria do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR-MS) e da Fundação MS de Maracaju, com um zootecnista e um agrônomo, respectivamente. Além da acadêmica em agronomia, alunos do mestrado e doutorado em agronomia também participarão ativamente nas visitas e recomendações técnicas. Com os resultados obtidos, serão realizadas palestras e/ou apresentação de resultadosinformativas a produtores rurais da região, sobre as práticas adotadas, as tecnologias desenvolvidas e os benefícios do sistema Lavoura-Pecuária. Essas ações de extensão serão realizadas em eventos técnicos-científicos e em feiras agropecuárias da região, sempre com a participação dos sindicatos rurais e instituições parceiras desse projeto. Além dessas ações, há a expectativa da realização de um Dia-de-Campo na propriedade por ocasião da colheita da soja no segundo ano de projeto.
Situação
  Atividade SEM RELATÓRIO
Contato
  
«« Voltar