«« Voltar
Projeto Escola Laboratório
Protocolo do SIGProj:   211987.1068.32586.07082015
De:30/08/2015  à  30/08/2016
 
Coordenador-Extensionista
  Marise Marçalina de Castro Silva Rosa
Instituição
  UFMA - Universidade Federal do Maranhão
Unidade Geral
  CCSo - Centro de Ciências Sociais
Unidade de Origem
  DEI - Departamento de Educação I
Resumo da Ação de Extensão
  O Projeto Escola Laboratório, vinculado ao Programa Inovação Pedagógico, com uma história, inédita de vida acadêmica, na condição de projeto de extensão, completou em junho de 2013, 18 anos de atuação, gerando 'produtos' como, 16 monografias de graduação, 2 de pós-graduação e uma tese de doutorado, além de inúmeros artigos, resumos, folders e apresentações em eventos por bolsistas, voluntários e professores do referido projeto ao longo dessa história. Consubstancia-se num projeto de extensão universitária que tem como finalidade precípua, promover a apropriação da língua materna por meninos e meninas em situação de vulnerabilidade social e que estejam matriculadas nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental de escolas públicas. Nos dois últimos anos, temos trabalhado na perspectiva de produção de uma atividade inovadora no campo da alfabetização e de letramentos múltiplos. Compreende-se, ainda, que a questão da alfabetização de vulneráveis se insere no arcabouço de Direitos Humanos em educação por possibilitar que meninos e meninas, em sua grande maioria, crianças negras, com dificuldades de aprendizagens da leitura e da escrita, se apropriem desses conhecimentos a partir de uma relação de significação e sentido. Fundamenta-se numa extensão universitária crítica, na ecologia de saberes proposta por Boaventura Santos, na Pedagogia Freinet, na Teoria Histórico Cultural de Vigotski, na Teoria da Atividade em Leontiev, na questão da leitura e da escuta em Éllie Bajard, Paulo Freire. Destaca-se, também, a relevância para o projeto dos fundamentos de Bernard Charlot sobre os saberes construídos a partir dos três elementos propostos por ele, Atividade, Mobilização e Sentido.
Palavras-chave
   Alfabetização, Letramento, formação, Atos de Leitura Triangulada, indissociabilidade
Público-Alvo
  Os grupos priorizados das nossas ações são potencialmente, as crianças em situação de alta vulnerabilidade social matriculadas nos anos iniciais do Ensino Fundamental de escolas públicas; adolescentes com histórico de insucesso escolar no campo da alfabetização; Professores/as da educação infantil e dos anos iniciais do ensino fundamental; funcionários da empresa terceirizada que manifestam interesse em fazer os cursos de Alfabetização digital e Letramento digital; estagiários do curso de pedagogia; Bolsista, voluntari@s dos cursos de graduação da UFMA e outras instituições parceiras.
Situação
  Atividade COM RELATORIO FINAL
Contato
   Redes sociais, site da instituição, facebook, mídias impressas etc.
«« Voltar