«« Voltar
INDICADORES DE CONTATO ENTRE POPULAÇÕES DE SUÍNOS DOMÉSTICOS E DE SUÍDEOS ASSELVAJADOS NA REGIAO SUL DE MATO GROSSO DO SUL
Protocolo do SIGProj:   211983.1005.152420.31072015
De:12/02/2015  à  12/01/2019
 
Coordenador-Extensionista
  Paulo Henrique Braz
Instituição
  UFMS - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Unidade Geral
  FAMEZ - Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia
Unidade de Origem
  PPGVET - Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias
Resumo da Ação de Extensão
  O Brasil ocupa o quarto lugar no ranking de produção e exportação mundial de carne suína e 10% do volume exportado de carne suína no mundo, tendo um crescimento de aproximadamente 4% ao ano. O javali (Sus scrofa scrofa) é exótico à fauna brasileira e é listado como uma das 100 principais espécies invasoras. O contato desses suídeos asselvajados com o suíno doméstico pode representar grande risco à produção comercial, pois a condição sanitária desses animais é desconhecida. As populações de suídeos asselvajados podem atuar como reservatórios de patógenos de interesse veterinário e saúde pública, representando um potencial risco de transmissão de doenças ao homem e outras espécies animais, para tal, indicadores indiretos de contato entre as populações podem ser empregados. O projeto tem como objetivo identificar a existência de contato entre as populações de suínos domésticos e suídeos asselvajados na região produtora do sul do Estado de Mato Grosso do Sul, bem como estimar a ocorrência da infecção por Brucella spp, avaliando a possibilidade de sua utilização como indicador de contato.
Palavras-chave
   Brucella, epidemiologia, suinocultura, sanidade suína
Público-Alvo
  
Situação
  Atividade EM ANDAMENTO
Contato
  
«« Voltar