«« Voltar
Avaliação da resposta imune e níveis de proteção induzidos em camundongos por vacinas recombinantes contendo genes do operon fag de Corynebacterium pseudotuberculosis
Protocolo do SIGProj:   211411.1005.236251.22072015
De:04/03/2015  à  29/08/2018
 
Coordenador-Extensionista
  Camile Sanches Silva
Instituição
  UFMS - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Unidade Geral
  FAMEZ - Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia
Unidade de Origem
  PPGVET - Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias
Resumo da Ação de Extensão
  A linfadenite caseosa (LC) é uma doença infecciosa causada pela bactéria Corynebacterium pseudotuberculosis, que acomete ovinos e caprinos, caracterizado pela formação de piogranulomatomas nos gânglios linfáticos superficiais ou viscerais. Essa enfermidade causa perdas econômicas significativas relacionadas à redução da produtividade, carne, leite, lã, pele e eficiência reprodutiva dos animais infectados e por isso, têm impulsionado a pesquisa por novas tecnologias de controle e prevenção, entre elas, as vacinas de terceira geração. Vacinas de DNA baseiam-se na clonagem de genes ou fragmentos em DNA plasmideal ou vetores virais. Por transformação bacteriana, esse plasmídeo é inserido em uma bactéria (Escherichia coli), que ao se replicar, permite que o plasmídeo se reproduza em larga escala, sendo por isso fundamental para a produção da vacina. Ao ser administrado no animal, esse DNA viabiliza a produção da proteína antigênica pelas próprias células do indivíduo vacinado, sendo capaz de induzir resposta imune específica celular e humoral com memória. As vacinas de subunidade recombinante são produzidas a partir do gene de interesse. Geralmente são proteínas antigênicas que podem ser encontradas na membrana do patógeno ou serem secretadas. Os genes fagB, fagC e fagD obtidos a partir de imunovarredura de biblioteca genômica estão envolvidos na aquisição de ferro, mecanismo determinante para a virulência dos patógenos. Assim, propõe-se neste estudo avaliar quanto à imunogenicidade e proteção os genes fagB, fagC e fagD de C. pseudotuberculosis, nas formulações de vacinas de DNA e de subunidades, para cada gene e na forma de quimera para ambas, em camundongos experimentalmente imunizados.
Palavras-chave
   linfadenite caseosa, vacina de DNA, vacina de subunidades
Público-Alvo
  
Situação
  Atividade CONCLUÍDA
Contato
  
«« Voltar