«« Voltar
HEPATITES A E E: ASPECTOS EPIDEMIOLÓGICOS E MOLECULARES EM POPULAÇÕES VULNERÁVEIS
Protocolo do SIGProj:   210479.1005.4670.29072015
De:28/02/2015  à  29/03/2019
 
Coordenador-Extensionista
  Lisie Souza Castro
Instituição
  UFMS - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Unidade Geral
  FAMED - Faculdade de Medicina
Unidade de Origem
  PPGDIP - Programa de Pós-Graduação em Doenças Infecciosas e Parasitárias
Resumo da Ação de Extensão
  As infecções pelos vírus da hepatite A (HAV) e da hepatite E (HEV) constituem importante problema de saúde pública mundial. Em países em desenvolvimento representam as causas mais comuns de hepatite. A transmissão ocorre através da via fecal-oral, incluindo o contato interpessoal e ingestão de comida ou água contaminada com fezes de indivíduos infectados por essas infecções. Observou-se um risco maior para esta infecção entre homens que fazem sexo com homens (HSH) devido à presença de fatores de risco, como o contato sexual oral-anal. Outra população vulnerável a essas infecções é a carcerária, devido às precárias condições de confinamento. O presente projeto visa estimar as prevalências das infecções pelos vírus da hepatite A e E, os fatores de risco associados a essas infecções, bem como os genótipos virais circulantes na população carcerária de Mato Grosso do Sul e em homens que fazem sexo com homens em Campo Grande, MS. Para essa pesquisa serão utilizados bancos de dados e de amostras como fonte de informação. As amostras provenientes dos bancos de soro serão testadas para a detecção de anticorpos anti-HAV e anti-HEV IgM e Total, através do ensaio imunoenzimático (ELISA). As amostras que apresentarem repetida reatividade por ELISA aos anticorpos anti-HAV e anti-HEV IgM serão submetidas à detecção e tipagem do genoma viral. Com esta proposta esperamos que políticas públicas de saúde voltada para a prevenção, controle e redução da disseminação da infecção pelo HAV e HEV neste público possam ser implementadas.
Palavras-chave
   Hepatite A, Hepatite E, Homens que fazem sexo com homens, privados de liberdade, Epidemiologia
Público-Alvo
  
Situação
  Atividade EM ANDAMENTO
Contato
  
«« Voltar