«« Voltar
MUDANÇAS NO PERFIL EPIDEMIOLÓGICO E MOLECULAR DA INFECÇÃO PELO VÍRUS DA HEPATITE B EM COMUNIDADES AFRODESCENDENTES DE MATO GROSSO DO SUL
Protocolo do SIGProj:   210472.1005.1583.01072015
De:24/07/2015  à  12/03/2017
 
Coordenador-Extensionista
  Livia Stefania Alves Lima Guedes
Instituição
  UFMS - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Unidade Geral
  FAMED - Faculdade de Medicina
Unidade de Origem
  PPGDIP - Programa de Pós-Graduação em Doenças Infecciosas e Parasitárias
Resumo da Ação de Extensão
  A infecção causada pelo vírus da hepatite B (HBV) é um dos mais importantes problemas de saúde pública mundial, apesar da existência de uma vacina eficiente. O diagnóstico e o tratamento nos estágios inicias da infecção são as melhores formas de se combater a morbimortalidade, melhorar a qualidade de vida e prevenir a ocorrência de novas infecções. Há dez anos, estudos realizados em comunidades afrodescendentes remanescentes de quilombos do Mato Grosso do Sul identificaram altas prevalências de infecção pelo HBV nessa população, bem como a presença de infecção oculta por esse vírus e uma grande proporção de indivíduos suscetíveis expostos ao risco de adquirir esta infecção. Em resposta a esse cenário, um programa de vacinação contra hepatite B foi oferecido a essas comunidades, porém com pouco sucesso de adesão. Com base nesse contexto, o presente estudo pretende realizar análises soroepidemiológicas e moleculares em amostras de soro de afrodescendentes residentes em comunidades remanescentes de quilombos de Mato Grosso do Sul, coletadas dez anos após a realização dos primeiros estudos, com o objetivo de investigar possíveis mudanças no perfil epidemiológico e molecular da infecção pelo vírus da hepatite B nessas comunidades consideradas vulneráveis. Os indicadores analisados nesse estudo poderão auxiliar no desenvolvimento de medidas de saúde pública e abordagens específicas, capazes de reduzir danos e garantir o acesso à saúde a essas populações distanciadas sob a ótica da exclusão social, representando um importante passo para o acesso universal à saúde de populações de difícil acesso.
Palavras-chave
   Vírus da Hepatite B, epidemiologia, variação genética, populações vulneráveis, saúde pública
Público-Alvo
  
Situação
  Atividade COM RELATORIO FINAL
Contato
  
«« Voltar