«« Voltar
Semeando saberes agroecológicos para o desenvolvimento sustentável das comunidades indígenas
Protocolo do SIGProj:   207634.976.7817.08052015
De:24/05/2015  à  31/03/2016
 
Coordenador-Extensionista
  Rogério Ferreira da Silva
Instituição
  UEMS - Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul
Unidade Geral
  Glória de Dourados - Unidade Universitária de Glória de Dourados
Unidade de Origem
  Tecnologia em Agroecologia - Coordenação do Curso de Tecnologia em Agroecologia
Resumo da Ação de Extensão
  O projeto tem como objetivo capacitar agricultores familiares indígenas com tecnologias agroecológicas, visando potencializar os sistemas produtivos familiares, fortalecer o tecido comunitário, estimular a produção de alimentos saudáveis com maior valor biológico e promover a autogestão sustentável dos recursos naturais. O dialogo de saberes será estimulado, com o intuito de valorizar o conhecimento tradicional indígena, a partir da experiência individual de cada participante e dos estudos de casos de longos anos de prática efetiva do instrutor junto a agricultores familiares. Pretende-se capacitar cerca de 50 agricultores familiares indígenas que estão envolvidos com o projeto GATI nas áreas de referencias: TI Taunay/Ipeque (Aquidauana, MS), TI Cachoeirinha e TI Lalima (ambas localizadas em Miranda, MS), por meio de grupos de 15 a 30 produtores de cada Terra Indígena. As ações serão desenvolvidas por meio da formação/capacitação agroecológica através da atuação em rede com diversos colaboradores (ministrantes) para a construção coletiva do conhecimento e dinamização de processos de inovação agroecológica.
Palavras-chave
   Capacitação, etnosustentabilidade, soberania alimentar, qualidade de vida
Público-Alvo
  Agricultores familiares e lideranças que estão envolvidos com o projeto GATI nas áreas de referencias: TI Taunay/Ipeque (Aquidauana, MS), TI Cachoeirinha e TI Lalima (ambas localizadas em Miranda, MS).
Situação
  Atividade COM RELATORIO FINAL
Contato
   rogerio@uems.br
«« Voltar