«« Voltar
Memórias e Culturas Negras: Difundindo Histórias e Bens Culturais Afro-maranhenses
Protocolo do SIGProj:   205317.1068.77563.10082015
De:30/08/2015  à  30/08/2016
 
Coordenador-Extensionista
  Antonio Evaldo Almeida Barros
Instituição
  UFMA - Universidade Federal do Maranhão
Unidade Geral
  CCH - Centro de Ciências Humanas
Unidade de Origem
  CCEAA - Coordenação do Curso de Estudos Africanos e Afro -brasileiros
Resumo da Ação de Extensão
  “Memórias e Culturas Negras: Difundindo Histórias e Bens Culturais Afro-maranhenses” consiste num Projeto de Extensão vinculado a Programa homônimo relacionado às ações do Núcleo de Estudos, Pesquisa e Extensão sobre África e o Sul Global (NEÁFRICA-UFMA/UEMA/IFMA/UESPI), que realiza atividades visando a promoção da igualdade racial nos campos da educação, da política e da cultura. Em parceria com a Secretaria de Estado de Igualdade Racial, o Programa objetiva, no campo das políticas culturais étnico-raciais, realizar e difundir entrevistas e depoimentos de homens e mulheres negros, particularmente quilombolas, trabalhadores e idosos, do Maranhão; identificar, catalogar e difundir fontes escritas e imagens, disponíveis em diferentes suportes, presentes sobretudo em arquivos do Maranhão, que registram experiências históricas da população africana e afro-brasileira; mapear bens culturais produzidos particularmente em terreiros de tambor de mina, umbanda e terecô, e em clubes e organizações festivas vinculadas à comunidade negra, a exemplo dos clubes de reggae, e suas associações e movimentos. Tem-se como meta promover, nos municípios maranhenses onde há campus da UFMA, seminários e oficinas itinerantes de reflexão sobre produções artísticas e culturais afro-maranhenses na perspectiva da promoção da igualdade racial - no caso deste Projeto em específico os seminários se destinarão exclusivamente para São Luís e Bacabal; desenvolver e implantar um programa semanal educativo e cultural (Memórias e Culturas Negras) na TV UFMA (Canal 54 - aberto); difundir a produção cultural, as memórias e experiências da população afro-brasileira através do Museu Afro-Digital do Maranhão e da TV UFMA
Palavras-chave
   Afro-maranhenses, memória, história, cultura
Público-Alvo
  Os dez seminários-oficina, bem como as atividades que lhes são preparatórias, resultantes e disseminadoras terão como público-alvo profissionais e setores diversos da sociedade: acadêmicos, professores, membros da sociedade civil organizada, notadamente do Movimento Negro organizado, das Associações de Religiões Afro-Brasileiras, como mineiros, umbandistas e terecozeiros, políticos, estudantes, e diferentes sujeitos e setores sociais.
Situação
  Atividade EM ANDAMENTO
Contato
  
«« Voltar