«« Voltar
Farmácia Baldia do Morro das Andorinhas
Protocolo do SIGProj:   197120.937.60040.06022015
De:28/02/2015  à  30/12/2015
 
Coordenador-Extensionista
  Bettina Monika Ruppelt
Instituição
  UFF - Universidade Federal Fluminense
Unidade Geral
  PROEX - Pró-Reitoria de Extensão
Unidade de Origem
  LURA/EX - Laboratório Universitário Rodolpho Albino
Resumo da Ação de Extensão
  O Projeto Farmácia Baldia do Morro das Andorinhas surgiu a partir da observação dos alunos da disciplina de Estágio em Psicologia Social Comunitária na Universidade Salgado de Oliveira, que perceberam a importância das plantas medicinais para a Comunidade Tradicional do Moro das Andorinhas. O projeto visa resgatar o uso das plantas medicinais através das crianças. Dentre as atividades que serão realizadas destaca-se “O Caminho das Plantas Medicinais no Morro das Andorinhas”, na qual serão identificadas as principais plantas medicinais nativas e mudas serão preparadas para o replantio. Uma horta utilizando-se vasos ornamentais confeccionados com material reciclável será implantada. Serão confeccionados jogos didáticos pedagógicos relacionados ao tema. Os temas abordados durante os encontros semanais visam sobre identificação, plantio, cultivo, secagem, armazenagem, e uso das plantas medicinais, aromáticas e condimentares. As atividades visam resgatar o conhecimento sobre as plantas medicinais e incentiva a consciência de preservação da cultura e das tradições. A apresentação da peça de teatro criada e encenada pelas crianças será uma das formas de avaliação do projeto. Ao final do projeto espera-se um aumento da autoestima das crianças, uma melhora na qualidade de vida dos membros desta Comunidade Tradicional.
Palavras-chave
   Comunidades Tradicionais, Plantas Medicinais, Farmácia Baldia, Etnofarmacologia, Saúde
Público-Alvo
  Crianças de 3 a 12 anos da Comunidade do Morro das Andorinhas e seus familiares
Situação
  Atividade COM RELATORIO FINAL
Contato
   Bettina Monika Ruppelt bettina.ruppelt@gmail.com
«« Voltar