«« Voltar
Farmácia Baldia da Boa Viagem - Reciclando com Plantas Medicinais
Protocolo do SIGProj:   197106.937.60040.06022015
De:28/02/2015  à  30/12/2015
 
Coordenador-Extensionista
  Bettina Monika Ruppelt
Instituição
  UFF - Universidade Federal Fluminense
Unidade Geral
  PROEX - Pró-Reitoria de Extensão
Unidade de Origem
  LURA/EX - Laboratório Universitário Rodolpho Albino
Resumo da Ação de Extensão
  A “Farmácia Baldia da Boa Viagem” surgiu na exposição de Carlos Vergara em São Paulo (1997). No seu desdobramento em Niterói, no Museu de Arte Contemporânea - MAC (2013) inaugura-se um coletivo de biólogos, educadores, artistas, produtores culturais, médicos, farmacólogos, farmacêuticos, gestores e agentes comunitários de saúde para viabilizar explorar e catalisar um mapeamento do entorno do baldio por meio das ervas e plantas medicinais e memórias dos moradores do Morro do Palácio. Em 2014 ocorreu o resgate do uso popular das plantas medicinais entre os moradores detentores deste conhecimento. Nesta nova etapa do projeto pretende-se implantar uma horta de plantas medicinais, aromáticas e condimentares na Creche Comunitária Professora Leonilda Soares da Cunha. O projeto destina-se as crianças e funcionários da creche localizada no Morro do Palácio no município de Niterói, RJ. Com as crianças serão trabalhadas noções de cultivo orgânico, preservação do meio ambiente, reconhecimento das plantas medicinais, aromáticas e condimentares. Com os funcionários serão trabalhados a identificação das plantas medicinais cultivadas e suas aplicações de uso. A a implantação e manutenção da horta ocorrerão com a participação das crianças. Ao final do projeto espera-se que as crianças reconheçam as principais plantas medicinais cultivadas na creche e que levem este conhecimento ás suas famílias. Espera-se também que através dos conhecimentos adquiridos estas plantas possam ser incluídas na alimentação das crianças de forma a melhorar a sua saúde e consequentemente a qualidade de vida e que os discentes desenvolvam o senso de integralização, socialização e responsabilidade.
Palavras-chave
   Arte, Plantas Medicinais, Farmácia Baldia, Saúde
Público-Alvo
  O público alvo serão: são as 40 crianças da Creche Professora Leonilda Soares Cunha, funcionários e pais.
Situação
  Atividade COM RELATORIO FINAL
Contato
   Bettina Monika Ruppelt bettina.ruppelt@gmail.com
«« Voltar