«« Voltar
MEU TIO ROSENO, A CAVALO: UM HERÓI, SEUS NOMES E SUAS PARAGENS
Protocolo do SIGProj:   192772.847.221901.30112014
De:31/07/2013  à  29/08/2015
 
Coordenador-Extensionista
  Vanessa Correa Gama
Instituição
  UFMS - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Unidade Geral
  CCHS - Centro de Ciências Humanas e Sociais
Unidade de Origem
  PGEL/CCHS - Aluno(a) do Programa de Pós-Graduação em Estudos de Linguagens
Resumo da Ação de Extensão
  Na narrativa contemporânea, o importante papel da narratividade na elaboração do discurso literário é percebido como fundamental. Esse fenômeno de sucessão de estados e variadas transformações produz o sentido da ficção literária, e sua compreensão nos dá pistas de como a obra interage com esse leitor. Na obra de Wilson Bueno, Meu tio Roseno, a cavalo a construção do discurso narrativo de forma singular imprimi movimento e leveza à aventura do herói Roseno em busca do seu “céu”, o possível nascimento de sua filha Andradazil e do encontro com a amada Dorói, utilizando-se do ritmo da cavalgada e de mutações no nome do protagonista para imprimir o tom dessa história repleta de simbolismo mítico. O herói também busca o “céu”, traçando sua trajetória à procura de sua salvação. Compreender as estratégias narrativas utilizadas por Wilson Bueno com foco nas características míticas e fantásticas que a aventura apresenta é o que pretende elucidar esta pesquisa, tendo como categorias centrais o estudo do herói e suas configurações, das viagens e seu percurso e dos nomes e seus possíveis significados.
Palavras-chave
   Herói, Literatura Brasileira, Wilson Bueno, Mito, Viagem
Público-Alvo
  
Situação
  Atividade COM RELATORIO FINAL
Contato
  
«« Voltar