«« Voltar
O processo de construção identitária do sujeito-aluno da fronteira Brasil-Paraguai em documentos oficiais.
Protocolo do SIGProj:   192393.847.42698.28112014
De:28/02/2014  à  29/02/2016
 
Coordenador-Extensionista
  Jaqueline Alonso Braga de Oliveira
Instituição
  UFMS - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Unidade Geral
  CPTL - Câmpus de Três Lagoas
Unidade de Origem
  PPGL - Programa de Pós-Graduação em Letras
Resumo da Ação de Extensão
  O presente trabalho objetiva problematizar o processo de constituição identitária do aluno da fronteira Brasil-Paraguai a partir do discurso de documentos oficiais. Com base no método arquegenealógico de Foucault e fundamentada nos postulados da Analise do Discurso de linha francesa (FOUCAULT, 1996/2008), na Linguística Aplicada (CORACINI, 2003; MAHER 2007; NINCAO, 2008) e nos Estudos Culturais (BHABHA, 1998; HALL, 2006; BAUMAN, 2005; MIGNOLO, 2003), entre outros, a pesquisa se justifica por duas razões principais: o contexto social e geográfico do estado de Mato Grosso do Sul e de suas fronteiras, em especial com o Paraguai, e a implantação de políticas públicas de ensino bilíngue nas cidades fronteiriças. Para coleta de dados, foi selecionada a Escola Estadual João Brembatti Calvoso, na cidade de Ponta Porã, que participa do programa federal “Escola Intercultural Bilíngüe de Fronteira (PEIBF)” desde 2009 e desenvolve um ensino bilíngue com ênfase no ensino de português e espanhol.
Palavras-chave
   Identidade, Fronteira e Discurso.
Público-Alvo
  
Situação
  Atividade COM RELATORIO FINAL
Contato
  
«« Voltar