«« Voltar
Avaliação de mecanismos celulares e moleculares em resposta a derivados retinóides para o tratamento de câncer de mama.
Protocolo do SIGProj:   192184.847.21946.27112014
De:31/01/2015  à  27/02/2016
 
Coordenador-Extensionista
  Natan de David
Instituição
  UFMS - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Unidade Geral
  CCBS - Centro de Ciências Biológicas e da Saúde
Unidade de Origem
  PPGF - Aluno(a) do Programa de Pós-Graduação em Farmácia
Resumo da Ação de Extensão
  O câncer de mama é o tipo de câncer mais freqüente entre as mulheres e seu prognóstico costuma ser relativamente bom, desde que seja diagnosticado e tratado em estádio inicial. Devido a sua alta incidência e mortalidade, estudos visando à compreensão das respostas celulares e moleculares desencadeadas pelos tratamentos antitumorais são capazes de contribuir para o desenvolvimento de novas terapias para o tratamento câncer de mama. Os retinóides são compostos derivados da vitamina A, que possuem diversas atividades biológicas, tais como inibição de proliferação celular, indução de apoptose e diferenciação celular. A tretinoína vem sendo empregado em testes clínicos para o tratamento de linfomas, leucemias, melanomas, câncer de pulmão, de cervix, de rim, neuroblastomas e glioblastomas. Alguns relatos da literatura descrevem a atividade de ácidos retinóicos e derivados da vitamina A na indução de morte celular por apoptose e redução da proliferação celular em linhagens de câncer de mama. Baseados neste fato, o desenvolvimento de moléculas derivadas de retinóides apresenta-se como uma alternativa promissora para obtenção de compostos com maior eficácia e menor toxicidade. Neste trabalho, propomos investigar o papel de retinóides, derivados triazólicos arotinoidais, para o tratamento de linhagens de câncer de mama.
Palavras-chave
   Retinóides, câncer de mama, modificação molecular, derivados arotinoidais
Público-Alvo
  
Situação
  Atividade COM RELATORIO FINAL
Contato
  
«« Voltar