«« Voltar
Plantas Medicinais e promoção de saúde: Contribuindo com a Estratégia de Saúde da Família (ESF) em uma Comunidade Rural (Cópia) 20-11-2014
Protocolo do SIGProj:   191612.816.63608.20112014
De:19/11/2014  à  30/12/2015
 
Coordenador-Extensionista
  Nina Claudia Barboza da Silva
Instituição
  UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro
Unidade Geral
  CCS - Centro de Ciências da Saúde
Unidade de Origem
  FF - Faculdade de Farmácia
Resumo da Ação de Extensão
  O Projeto inclui aspectos que relacionam extensão, pesquisa e ensino abordando Saúde e Plantas Medicinais, promovendo a articulação entre universidade, sociedade civil e o SUS local, particularmente a ESF. Tal articulação servirá para propor soluções inovadoras que promovam a saúde da população local e fortaleçam as políticas de saúde direcionadas para a regionalização do SUS, em particular as Políticas Nacional de Plantas Medicinais e Fitoterápicos (PNPMF) e de Práticas Integrativas e Complementares (PNPIC). Tem como principal objetivo divulgar informações para promoção de saúde através da valorização das práticas tradicionais, do uso de plantas medicinais e das interrelações entre ambiente e saúde humana. Serão utilizadas metodologias participativas como rodas de conversa e construção de uma coleção viva de plantas medicinais. Como resultado final pretende-se a elaboração de cartilhas e manuais sobre Plantas Medicinais e Promoção de Saúde para distribuição para a comunidade e para a equipe da ESF. É previsto como impacto final deste projeto a capacitação da equipe da unidade de ESF para atuar no tema bem como a inserção da população local nas discussões acerca do acesso às Plantas Medicinais no SUS, incentivando a valorização dos saberes da população de modo que a mesma participe na cons
Palavras-chave
   plantas medicinais, promoção de saúde, Saúde da família, PNPMF, PNPIC
Público-Alvo
  O presente projeto de extensão será realizado junto à comunidade residente na Área de Proteção Ambiental de Palmares (APA-Palmares), município de Paty do Alferes. A comunidade, com características muito peculiares de área rural, é constituída por uma população de cerca de 2000 moradores, sendo que 75% destes residem no local a mais de 15 anos. Na APA há uma Escola de Ensino Fundamental que atende às crianças até o nono ano e uma unidade de Estratégia de Saúde da Família (ESF). O público alvo das ações aqui propostas é constituído por profissionais das diferentes áreas de saúde que compõem a equipe da unidade local da ESF, agentes comunitários, mulheres, jovens e idosos, bem como alunos e professores da escola local. Considerando que as pessoas diretamente envolvidas nas ações serão agentes multiplicadores das informações em saúde com uso de plantas medicinais na atenção básica, pode-se afirmar que o número de beneficiários indiretos é grande.
Situação
  Atividade CONCLUÍDA
Contato
  
«« Voltar