«« Voltar
Educação Ambiental- A Saúde do Lixo: como utilizar resíduos orgânicos em prol da saúde através da melhoria do cultivo de plantas medicinais
Protocolo do SIGProj:   189904.816.216188.08112014
De:09/01/2015  à  09/01/2017
 
Coordenador-Extensionista
  Bianca Ortiz da Silva
Instituição
  UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro
Unidade Geral
  Xerém - UFRJ Campus Duque de Caxias Professor Geraldo Cidade
Unidade de Origem
  Xerém - Polo Xerém
Resumo da Ação de Extensão
  A humanidade tem se preocupado cada vez mais com a qualidade de vida, fato determinante para a atenção especial à conservação do meio ambiente. Dentro desta realidade, torna-se indispensável a abordagem transversal da educação ambiental como instrumento no processo de aprendizagem de crianças e adolescentes e como agente transformador da realidade. O descarte inadequado de resíduos configura um dos mais sérios problemas enfrentados nas cidades. Portanto, a relação entre a globalização e a gestão de resíduos sólidos urbanos assume uma importância imensurável. Neste sentido, faz-se necessário aproximar a comunidade escolar do meio acadêmico e inovar as abordagens de aprendizado e difusão da ciência e tecnologia, a fim de desenvolver a capacidade de questionar e de compreender processos ambientalmente corretos. Com o desenvolvimento desse projeto pretende-se partilhar e discutir com o corpo docente e discente e, por extensão com a comunidade de Xerem, a Política Nacional de Resíduos Sólidos a fim de estabelecer estratégias simples da reciclagem de resíduos orgânicos sólidos. A proposta do projeto será conseguida através da utilização da vermicompostagem para determinar mudanças de hábitos e atitudes frente a problemática do lixo junto aos alunos. O projeto visa também utilizar os produtos da vermicompostagem do lixo, como biofertilizante na horta medicinal comunitária. O tema Educação Ambiental, da forma como o projeto pretende abordar, torna-se multidisciplinar, pois através de conceitos da química, biologia, microbiologia, matemática, realizará atividades científicas experimentais de forma lúdica que contribuirão para a construção do conhecimento e para a melhoria da qualidade de vida
Palavras-chave
   Tecnologia Ambiental, Plantas Medicinais, Microbiologia, Educação Ambiental, Vermicompostagem
Público-Alvo
  Docentes e Discentes da Escola estadual Monteiro LObato Comunidade Escolar: funcionários e pais de alunos Moradores de Xerem que aprenderão a fazer a destinação correta de resíduos e montar a horta medicinal Discentes da Universidade Federal do Rio de Janeiro Corpo Técnico da UFRJ Comunidade de produtores rurais de Xerem
Situação
  Atividade CONCLUÍDA
Contato
  
«« Voltar