«« Voltar
O narrador e o eu narrado em Diário da Queda, de Michel Laub
Protocolo do SIGProj:   189617.847.3914.03112014
De:02/11/2014  à  02/11/2016
 
Coordenador-Extensionista
  Leila Aparecida Cardoso de Freitas
Instituição
  UFMS - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Unidade Geral
  CPTL - Câmpus de Três Lagoas
Unidade de Origem
  PPGL - Programa de Pós-Graduação em Letras
Resumo da Ação de Extensão
  Embasados nos estudos de teoria literária, propusemo-nos a discutir a relação entre narrador e personagem no interior do romance Diário da Queda, de Michel Laub, enfocando sobretudo o narrador “autodiegético”,como proposto por G. Genette, e o “ponto de vista narrador-protagonista”,como exposto por N. Friedman. Paradoxalmente, o cerne do trabalho concentra-se na ideia de uma possível dissociação entre narrador e personagem, em face do narrador autodiegético. Nesse sentido, nosso corpus de estudo é o já supracitado romance, constituinte da literatura brasileira contemporânea. Acreditamos na relevância de nossa pesquisa, uma vez que explorando os elementos estruturadores das narrativas perceberemos que, certas vezes, narradores do presente apresentam visões de mundo das quais só o sujeito do futuro compartilhará, assim como narradores do passado apresentavam ideologias muito a frente de seu tempo, tais reflexões poderão contribuir com a valorização da literatura, mostrando que o elemento tempo apresenta um poder de transformação ideológica na ficção e na vida.
Palavras-chave
   Narrador/eu narrado, Literatura Bras. Contemporânea, Michel Laub
Público-Alvo
  
Situação
  Atividade COM RELATORIO FINAL
Contato
  
«« Voltar