«« Voltar
CONTROLE DE INFECÇÃO E VIGILÂNCIA PÓS-ALTA: INCIDÊNCIA E FATORES ASSOCIADOS APÓS CIRURGIA CARDÍACA
Protocolo do SIGProj:   189455.847.219440.03112014
De:31/12/2014  à  29/06/2016
 
Coordenador-Extensionista
  Cynthia Adalgisa Mesojedovas Aguiar
Instituição
  UFMS - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Unidade Geral
  CCBS - Centro de Ciências Biológicas e da Saúde
Unidade de Origem
  PPGEnf - Aluno(a) do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem
Resumo da Ação de Extensão
  A pesquisa de infecção após a alta tem o objetivo de estimar a incidência destes casos em pacientes submetidos a assistência à saúde, através da vigilância durante a internação e depois da saída da instituição. Atualmente os programas de saúde e legislações nacionais, bem como internacionais, apontam para a promoção e segurança do paciente. A literatura internacional e nacional afirmam que a busca de infecção pós-alta demonstra uma incidência diferente daquela realizada somente no ambiente hospitalar. Esse método visa o aprimoramento na qualidade durante toda a assistência prestada, estendendo-se após a alta do paciente. É proposto nesse estudo o acompanhamento dos pacientes submetidos à cirurgia de revascularização do miocárdio, enfatizando a vigilância no domicilio A coleta de dados será retrospectiva, captando registros em formulário próprio e após a alta, através de busca ativa fonada. Os procedimentos estatísticos utilizados serão o Qui-quadraddo (x²), para obter a relação entre a exposição ao risco e o desfecho. E o teste T-student para comparar as variáveis quantitativas e o desfecho. O banco de informações será de um hospital terciário e de ensino, no período de janeiro de 2013 a dezembro de 2014.
Palavras-chave
   Infecção de ferida operatória, vigilância epidemiológica, infecção hospitalar, alta do paciente
Público-Alvo
  
Situação
  Atividade COM RELATORIO FINAL
Contato
  
«« Voltar