«« Voltar
DETERMINAÇÃO QUANTITATIVA DE MARBOFLOXACINO EM FORMULAÇÃO FARMACÊUTICA DE USO VETERINÁRIO
Protocolo do SIGProj:   189402.847.116137.24102014
De:29/10/2014  à  30/07/2017
 
Coordenador-Extensionista
  Karla Regina Warszawski de Oliveira
Instituição
  UFMS - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Unidade Geral
  CCBS - Centro de Ciências Biológicas e da Saúde
Unidade de Origem
  PPGF - Aluno(a) do Programa de Pós-Graduação em Farmácia
Resumo da Ação de Extensão
  As fluoroquinolonas são classificadas como antimicrobianos sintéticos que atuam por inibição enzimática da DNA-girase e da topoisomerase IV, responsáveis estas pelos processos de replicação, transcrição e reparação do DNA bacteriano. Diversas flouroquinolonas vem sendo utilizadas na prática veterinária, uma vez que, possuem amplo espectro de ação e dificilmente desenvolvem resistência bacteriana. Uma fluoroquinolona da medicina veterinária, que pouco tem sido alvo de estudo, é o marbofloxacino (MFN). MFN é uma flouroquinolona de terceira geração muito utilizada em tratamento de infecções de pele e anexos, das vias urinárias, gastrointestinais e das vias respiratórias, principalmente de cães e gatos. Até o momento, não foi encontrado na literatura nenhuma metodologias analíticas para determinação quantitativa de MFN em formulações farmacêuticas de uso animal, por isso, julgou-se necessário o desenvolvimento e validação de metodologias analíticas sensíveis, empregando Cromatografia Líquida de Alta Eficiência (CLAE) e Espectrofotometria de absorção na região do Ultravioleta - Visível (UV/Vis) para controle de qualidade da amostra comercial de MFN existentes no mercado local.
Palavras-chave
   Marbofloxacino, Validação, CLAE, Espectrofotometria
Público-Alvo
  
Situação
  Atividade CONCLUÍDA
Contato
  
«« Voltar