«« Voltar
DENGUE: CARACTERIZAÇÃO CLÍNICA E SEUS DETERMINANTES DE AGRAVAMENTO
Protocolo do SIGProj:   189329.847.219242.24112014
De:14/03/2014  à  29/05/2015
 
Coordenador-Extensionista
  Carolina Mariano Pompeo
Instituição
  UFMS - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Unidade Geral
  CCBS - Centro de Ciências Biológicas e da Saúde
Unidade de Origem
  PPGEnf - Aluno(a) do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem
Resumo da Ação de Extensão
  O estudo sobre Dengue traz informações valiosas acerca da frequência e do impacto desta problemática na sociedade e no serviço de saúde pública, e tem se intensificado diferentes preocupações da esfera administrativa e assistencial no que diz respeito aos aspectos epidemiológicos e legais. A Dengue representa um problema de saúde pública que se agrava, pela diversidade de fatores de risco, mais que, na maioria das vezes nos permite um monitoramento sistemático e contínuo, além de oferecer subsídios para programas de prevenção. Objetivos: Proceder à caracterização dos casos de Dengue durante o período de doença em indivíduos adultos atendidos no Núcleo do Hospital Universitário (NHU) da UFMS, e Hospital Regional Rosa Pedrossian, em Campo Grande, MS, no ano de 2013; Descrever o perfil sociodemográfico e clínico, da clientela estudada; Investigar a associação de variáveis estudadas que possam ser determinantes para o agravamento da dengue durante o período de internação; Acompanhar a evolução clínica dos casos durante a internação, através dos registros em prontuário das avaliações clínicas e laboratoriais. Tipo de estudo: Trata-se de um estudo do tipo transversal onde os casos serão indivíduos com diagnóstico comprovado de Dengue grave que forem atendidos no Hospital Universitário - Maria Aparecida Pedrossian (PAM/NHU) e no Hospital Regional Rosa Pedrossian, MS, no ano de 2013.
Palavras-chave
   Dengue, Epidemiologia, Morbidade, Vigilância em Saúde Pública
Público-Alvo
  
Situação
  Atividade COM RELATORIO FINAL
Contato
  
«« Voltar