«« Voltar
GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS DE SERVIÇO DE SAÚDE EM UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE DA FAMÍLIA DO MUNICÍPIO DE CAMPO GRANDE (MS)
Protocolo do SIGProj:   187532.847.9238.17112014
De:31/12/2014  à  14/12/2015
 
Coordenador-Extensionista
  Vanessa Hoffmann Boretti
Instituição
  UFMS - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Unidade Geral
  FAODO - Faculdade de Odontologia
Unidade de Origem
  PPGO - Programa de Pós-Graduação em Odontologia
Resumo da Ação de Extensão
  Os resíduos de serviço de saúde (RSS) representam riscos à saúde da população e ao meio ambiente caso seu gerenciamento seja inadequado em qualquer das etapas de manuseio. Com o objetivo de analisar a produção e o manejo desses resíduos gerados na atenção básica da Estratégia de Saúde da Família do município de Campo Grande (MS), este trabalho será realizado com 34 Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSF), através da observação do manejo dos resíduos e a dupla pesagem destes, durante uma semana em cada unidade: a primeira de acordo como os profissionais segregaram os resíduos e a segunda após a segregação feita pela pesquisadora conforme preconizado por resoluções vigentes. Os dados serão tabulados em uma planilha para a análise das frequências. Justifica-se o trabalho, uma vez que, os profissionais de saúde são responsáveis pelos RSS que geram e por esses últimos, apresentarem riscos à população e ao meio ambiente. Conhecer os resíduos gerados pelas UBSF fornecerá subsídios para a atualização do plano de gerenciamento de resíduos de serviços de saúde (PGRSS), no município de Campo Grande (MS), possibilitando o manejo adequado e a prevenção de riscos ocupacionais e ambientais.
Palavras-chave
   Saúde Pública, Meio Ambiente, Risco Ocupacional, Gerenciamento de Resíduos
Público-Alvo
  
Situação
  Atividade COM RELATORIO FINAL
Contato
  
«« Voltar