«« Voltar
Uso do hábitat por Gracilinanus agilis (Mammalia: Didelphimorphia) em uma área de cerradão, Campo Grande, Brasil.
Protocolo do SIGProj:   185407.847.51424.18082014
De:29/09/2014  à  05/05/2015
 
Coordenador-Extensionista
  Patrícia Sayuri Shibuya
Instituição
  UFMS - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Unidade Geral
  CCBS - Centro de Ciências Biológicas e da Saúde
Unidade de Origem
  PPGEC - Aluno(a) do Programa de Pós-Graduação em Ecologia e Conservação
Resumo da Ação de Extensão
  O uso do hábitat diz respeito a como os organismos utilizam o ambiente onde realizam suas atividades diárias ou posicionam sua área de vida. Quando este uso possui proporções diferentes da disponibilidade total, ocorre a seleção do hábitat. Indivíduos da mesma espécie podem ocupar o ambiente de maneiras distintas, onde o habitat utilizado por um sexo difere do ambiente utilizado pelo outro sexo, bem como entre as idades dos indivíduos. Este trabalho tem como objetivo identificar as variáveis ambientais que possuam efeito na abundância do marsupial Gracilinanus agilis. As coletas serão realizadas na Fazenda Sossego, uma área de Cerrado senso estrito, na cidade de Campo Grande, centro-oeste do Brasil. A captura será realizada por meio de armadilhas de contenção viva, iscadas com um mistura de bacon, abóbora, creme de amendoim e óleo de fígado de bacalhau. Serão realizados testes de regressão múltipla para verificar quais variáveis ambientais possuem efeito na abundância de G agilis, bem como para verificar quais variáveis possuem efeito na abundância de machos e fêmeas e jovens e adultos de G. agilis.
Palavras-chave
   Marsupial, seleção de habitat, área de vida
Público-Alvo
  
Situação
  Atividade COM RELATORIO FINAL
Contato
  
«« Voltar