«« Voltar
Levantamento faunístico de abelhas sem ferrão (Hymenoptera; Apidae; Meliponina) de sub-regiões do Pantanal Sul-Matogrossense
Protocolo do SIGProj:   184672.847.54489.30092014
De:30/09/2014  à  14/03/2016
 
Coordenador-Extensionista
  Monique Eriane Cavalcanti Campos
Instituição
  UFMS - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Unidade Geral
  CCBS - Centro de Ciências Biológicas e da Saúde
Unidade de Origem
  PPGBA - Aluno(a) doPrograma de Pós-Graduação em Biologia Animal
Resumo da Ação de Extensão
  As abelhas constituem o principal grupo de polinizadores de plantas com flores, sendo que a sua conservação nos ambientes naturais reflete diretamente na conservação das plantas. Cerca de 15% das espécies de abelhas existentes no planeta são sociais, ou seja, vivem em colônias com milhares de indivíduos em um sistema altamente organizado. Entre as abelhas sociais merecem destaque os meliponíneos ou abelhas sem ferrão que apresentam cerca de 400 espécies, das quais a grande maioria vive na América do Sul. Devido a grande diversidade de biomas, estudos sobre a fauna de abelhas neste continente e, sobretudo no Brasil são necessários, sendo que para o Brasil a fauna de abelhas foi pouco estudada na região do Pantanal, que representa uma planície alagável com diversas fitofisionomias. O estudo proposto pretende prospectar a fauna de abelhas sem ferrão em quatro localidades de Mato Grosso do Sul, sendo três delas diferentes sub-regiões do Pantala: Paraguai, Nabileque e Miranda, além da região da Serra da bodoquena. A fauna destas abelhas serão comparadas por clusterização, utilizando georeferenciamento e diferentes ecológicos. Após as análises serão fornecidos dados sobre a fauna deste importante grupo de abelhas no Mato Grosso do Sul e Pantanal, além de dados que possibilitarão a comparação da fauna dos diferentes sítios de estudo.
Palavras-chave
   Meliponina, Pantanal, Abelhas.
Público-Alvo
  
Situação
  Atividade COM RELATORIO FINAL
Contato
  
«« Voltar