«« Voltar
MODELAGEM DE OCUPAÇÃO DE PEQUENOS MAMÍFEROS COMO FERRAMENTA NO MANEJO DE UMA UNIDADE DE CONSERVAÇÃO
Protocolo do SIGProj:   183662.847.3415.18072014
De:31/07/2014  à  30/01/2015
 
Coordenador-Extensionista
  Viviane Brito Dias
Instituição
  UFMS - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Unidade Geral
  CCBS - Centro de Ciências Biológicas e da Saúde
Unidade de Origem
  PPGEC - Aluno(a) do Programa de Pós-Graduação em Ecologia e Conservação
Resumo da Ação de Extensão
   Padrões de ocorrência de espécies dentro de uma paisagem são afetados pela distribuição de hábitats disponíveis, pela matriz na qual as manchas de habitat ocorrem, por características intrínsecas das espécies e processos populacionais. Algumas espécies de roedores e marsupiais demonstram grande potencial para monitoramento da qualidade e degradação de habitat. Métricas do tipo presença-ausência de espécies, são aplicadas à vida selvagem em contextos que vão desde o monitoramento de populações em grandes escalas espaciais quanto na identificação de hábitats muito importantes para determinadas espécies que se pretende conservar. Sendo assim, este trabalho tem como objetivo, avaliar a influência das variáveis de habitat e paisagem nas probabilidades de ocupação de espécies de pequenos mamíferos em uma unidade de conservação inserida no domínio da Mata Atlântica, e comentar sobre a utilização dessas espécies como indicadoras da condição e no manejo da unidade de conservação.
Palavras-chave
   Rodentia, Didelphimorphia, distribuição
Público-Alvo
  
Situação
  Atividade COM RELATORIO FINAL
Contato
  
«« Voltar