«« Voltar
Morfo-anatomia de sistemas subterrâneos de espécies herbáceo-subarbustivas de Asteraceae do Chaco Brasil
Protocolo do SIGProj:   182730.847.56292.07072014
De:29/07/2014  à  27/02/2015
 
Coordenador-Extensionista
  Alexandre Ferraro Antunes
Instituição
  UFMS - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Unidade Geral
  CCBS - Centro de Ciências Biológicas e da Saúde
Unidade de Origem
  PPGBV - Aluno(a) do Programa de Pós-Graduação em Biologia Vegetal
Resumo da Ação de Extensão
  A planície chaquenha no Brasil é restrita à região sudoeste do Pantanal, com características sazonais marcantes, apresentando estresse hídrico e salinidade acentuada. Espécies ocorrentes nesse local exibem adaptações para evitar ou tolerar tais condições, através da combinação de fatores anatômicos, morfológicos e fisiológicos, sendo comum a ocorrência de sistemas subterrâneos especializados, eficientes na captação e transporte hídrico e na reserva de compostos, o que garante a sobrevivência perante condições desfavoráveis. Das famílias botânicas que apresentam adaptações à falta d’água, em especial, sistemas subterrâneos, a ocorrência em Asteraceae é especialmente em espécies herbáceas e subarbustivas. A família apresenta sucesso no estabelecimento em diversos habitats com condições climáticas e edáficas variáveis, além da anatomia peculiar de seus órgãos vegetativos. A partir disso, vários trabalhos foram conduzidos para diversas espécies do Cerrado, porém são escassos para espécies do Chaco. Portanto, este trabalho tem por objetivo avaliar a constituição anatômica de folhas e dos sistemas subterrâneos de quatro espécies de Asteraceae que compõem o estrato herbáceo-subarbustivo daquele ambiente, visando compreender suas formas de resistência às condições climáticas e edáficas as quais estão submetidas, avaliando o caráter gemífero e adaptativo de seus componentes celulares, a fim de verificar se são potencialmente eficientes na regeneração da parte aérea frente ações antrópicas e perturbações ambientais. Além disso, serão avaliadas a presença e configuração de estruturas secretoras e qual o tipo de composto secretado.
Palavras-chave
   Estresse Hídrico, Adaptação, Savana Estépica
Público-Alvo
  
Situação
  Atividade COM RELATORIO FINAL
Contato
  
«« Voltar