«« Voltar
Seleção de antígenos candidatos à vacina contra carrapatos vetores da Rickettsia rickettsii
Protocolo do SIGProj:   182615.847.154598.30062014
De:29/07/2014  à  29/11/2017
 
Coordenador-Extensionista
  André de Abreu Rangel Aguirre
Instituição
  UFMS - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Unidade Geral
  FAMED - Faculdade de Medicina
Unidade de Origem
  PPGDIP - Programa de Pós-Graduação em Doenças Infecciosas e Parasitárias
Resumo da Ação de Extensão
  Bactérias do gênero Rickettsia possuem hábito parasita e necessitam de células de um hospedeiro para concluir seu ciclo, geralmente provocando enfermidades, que pode seguir um curso fatal para seres humanos, como no caso da Rickettsia rickettsii, responsável por causar a Febre Maculosa Brasileira. Seu principal vetor são carrapatos do gênero Amblyomma, sendo o A. aureolatum o principal na região da Mata Atlântica e o A. cajennense o principal no bioma do cerrado. Outros carrapatos podem ser potencial transmissores, como o Rhipicephalus sanguineus. Já foi descrita a presença de Rickettsia rickettsii nesse carrapato, que parasita cães e eventualmente humanos, em Campo Grande (MS). O Mato Grosso do Sul registrou seu primeiro caso de Febre Maculosa em 2013, portanto é necessária maior atenção no controle deste carrapato, principalmente em áreas urbanas. Atualmente o controle do vetor é a principal medida preventiva contra a doença. Como a capivara é tido como hospedeiro amplificador e o principal disseminador do vetor em áreas urbanas, e pelo relato sobre R. sanguineus também ser um potencial vetor, essa proposta visa o desenvolvimento de uma vacina contra esses carrapatos para esses animais, baseando-se em estratégia descritas na literatura para vacina contra R. microplus, o carrapato-do-boi, que já possui vacinas no mercado. Os objetivos deste trabalho incluem a seleção de antígenos através de vacinologia reversa, ensaios imunológicos para testar a imunogenicidade dos antígenos e bioensaios para testar a eficácia destes antígenos, utilizando camundongos, coelhos, cobaias, cavalos e capivaras como modelos experimentais tanto para A. cajennense quanto para R. sanguineus.
Palavras-chave
   Rickettsia rickettsii, vetor, hospedeiro amplificador, antígenos, vacinologia reversa
Público-Alvo
  
Situação
  Atividade CONCLUÍDA
Contato
  
«« Voltar