«« Voltar
FAUNA FLEBOTOMINEA (DIPTERA: PSYCHODIDAE: PHLEBOTOMINAE) NO MUNICÍPIO DE CAMAPUÃ, MATO GROSSO DO SUL, BRASIL
Protocolo do SIGProj:   182404.847.92642.28062014
De:30/06/2014  à  27/02/2016
 
Coordenador-Extensionista
  Wagner de Souza Fernandes
Instituição
  UFMS - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Unidade Geral
  FAMED - Faculdade de Medicina
Unidade de Origem
  PPGDIP - Programa de Pós-Graduação em Doenças Infecciosas e Parasitárias
Resumo da Ação de Extensão
  Os flebotomíneos são pequenos dípteros vetores dos agentes etiológicos das leishmanioses. A fêmea é hematófaga e transmite o protozoário do gênero Leishmania ao humano no momento do repasto, enquanto o macho se alimenta de carboidratos. A maioria das espécies é encontrada em áreas de florestas, ocos de árvores, cavernas e cavidades entre pedras, mas o processo de desmatamento, ocupações de áreas de mata e a ausência de boas condições sanitárias no peridomicílio favoreceram também a urbanização desses dípteros. Os estudos de fauna auxiliam no monitoramento das populações de flebotomíneos e ajudam a identificar focos de grandes densidades destes insetos. Casos de leishmaniose visceral, a forma clínica mais grave da doença vêm sendo relatados no município de Camapuã. O município é localidade-tipo de Lutzomyia cruzi, incriminado como vetor de Leishmania (L.) infantum em Corumbá. O objetivo deste trabalho é caracterizar a fauna flebotomínea de Camapuã, importante para traçar futuras medidas de prevenção e controle da doença, com enfoque no vetor. As amostras serão coletadas no município de Camapuã durante doze meses com auxílio de armadilhas luminosas, que serão instaladas no intra e peridomicílio de doze residências e uma armadilha na mata. Os flebotomíneos coletados serão clarificados e montados para identificação no Laboratório de Parasitologia Humana da UFMS, observando a presença de espécies vetoras ou potencialmente vetoras.
Palavras-chave
   Flebotomíneos, Camapuã, Leishmanioses, Localidade-tipo
Público-Alvo
  
Situação
  Atividade COM RELATORIO FINAL
Contato
  
«« Voltar